Brasil bate a Ucrânia, e Mano quebra escrita de 18 anos na Seleção

alexandre-pato

O Brasil subiu mais um degrau na renovação implantada pelo técnico Mano Menezes. Nesta segunda-feira, a Seleção venceu a Ucrânia por 2 a 0, em Derby, na Inglaterra, e manteve 100% de aproveitamento sob o comando do treinador, que assumiu logo após o fracasso da equipe de Dunga na Copa do Mundo.

Os gols foram marcados por Daniel Alves e Alexandre Pato. Com o resultado, o atual comandante chegou à terceira vitória nos três primeiros jogos, quebrando uma escrita que durava mais de 18 anos.

Entre outubro de 1991 e fevereiro de 1992, Carlos Alberto Parreira estreou com uma sequencia de vitórias sobre Iugoslávia (3 a 1), Tchecoslováquia (2 a 1) e os Estados Unidos (3 a 0).

Na era Mano Menezes, além da Ucrânia, o time canarinho também derrotou os americanos (2 a 0) e o Irã (3 a 0), na última quinta-feira, em Abu Dhabi. A equipe de Mano ainda tem outro ponto positivo a seu favor: não sofreu nenhum gol até agora.

A Seleção Brasileira voltará a campo apenas em novembro para o seu compromisso mais complicado sob o comando de Mano: dia 17, a equipe encara a Argentina, no Qatar.

E já pensando no confronto com os hermanos, o treinador vai permanecer na Europa após a vitória sobre a Ucrânia para ver jogos de Real Madrid (Marcelo), Tottenham (Sandro e Gomes), Milan (Thiago Silva, Robinho, Pato e Ronaldinho Gaúcho) e Inter de Milão (Julio César, Lúcio, Thiago Motta, Mancini, Maicon e Philippe Coutinho).

Contra os ucranianos, que não contaram com o ídolo Shevchenko, Mano escalou o volante Elias como titular e deixou Philippe Coutinho no banco. A Seleção começou melhor a partida, tomando a iniciativa do jogo. A entrada de Elias na vaga de Philippe Coutinho surtiu efeito, e o time dominava as ações.

Além do jogador do Corinthians, os laterais Daniel Alves e André Santos e os volantes Lucas e Ramires apareciam com destaque na partida. Carlos Eduardo, escalado como referência do meio-campo, não tinha uma boa atuação.

E foi em uma boa jogada de Elias que o Brasil abriu o marcador aos 24 minutos do primeiro tempo. O volante roubou a bola no meio-campo e tocou para Robinho. O Rei das Pedaladas tabelou com Alexandre Pato e recebeu pelo lado esquerdo da grande área. De canhota, o ex-santista de canhota cruzou e Daniel Alves acertou um belo chute de primeira para fazer 1 a 0 para a Seleção Brasileira. Um golaço.

Após sofrer o gol, a Ucrânia acordou para o jogo. A equipe europeia passou a trabalhar mais no campo ofensivo, tentando pressionar o Brasil. Mas foi justamente ao tentar controlar o jogo que a equipe quase levou o segundo gol.

Tymoshuk errou o passe e deixou Alexandre Pato no mano a mano com um defensor. O camisa 9 balançou o corpo para se livrar do zagueiro, ficou de frente para o goleiro e chutou na trave. Na sobra, com o gol vazio, Carlos Eduardo finalizou por cima do travessão.

Mesmo melhor, o Brasil quase sofreu o gol de empate já no fim do primeiro tempo. Aos 42, Gusev passou por André Santos pelo lado esquerdo, se enrolou com Lucas e cruzou para área. Aliyev recebeu o passe e soltou a bomba para empatar.

O árbitro assinalou falta no primeiro lance e anulou o gol de forma equivocada. Curiosamente, na vitória brasileira sobre o Irã por 3 a 0, na última quinta-feira, os rivais da Seleção também tiveram um gol mal anulado pelo trio de arbitragem.

Logo com cinco minutos do segundo tempo, a Ucrânia assustou Victor novamente: Rotan arriscou de fora da área, a bola tocou em Ramires e bateu na trave direita do goleiro brasileiro. A resposta do time de Mano veio aos 13, com Robinho. O camisa 7 driblou pela direita na área e bateu cruzado, mas a bola saiu sem perigo.

O segundo gol do Brasil saiu aos 18: Carlos Eduardo cruzou da direita, Pato dominou na área, rodou com a bola dominada e bateu sem chance para Dykan. Belo gol do artilheiro da era Mano Menezes com três em três jogos.

Logo após o gol, o treinador tirou Carlos Eduardo, que havia melhorado na etapa final, e Ramires para as entradas de Giuliano e Sandro. Aos 32, Giuliano fez boa jogada na entrada da área e foi derrubado por Tymoshuk, quase na linha. Daniel Alves cobrou colocado e a bola passou rente o travessão. Em seguida, Mano fez mais mudanças (apenas Victor, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Lucas atuaram os 90 minutos) e a equipe criou menos chances.

fonte: Márcio Iannacca


Tags: , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email