Orgulho e honra: colorados definem virtudes do Inter contra o Botafogo

loco-abreu-pho

Mesmo com time reserva, o Inter venceu o Botafogo por 2 a 1 na tarde deste domingo, fora de casa, e ajudou o Grêmio a permanecer no G-4 do Brasileirão 2010.

Ao final, o técnico Celso Roth e o atacante Rafael Sobis definiram com as palavras ‘orgulho’ e ‘honra’ o comportamento colorado.

Alguns torcedores do próprio Inter defendiam que a equipe ‘entregasse’ o jogo e prejudicasse o maior rival.

– Tudo isso que foi falado, foi apenas fora de campo. Como sempre. O Inter tem uma camisa para honrar em todos os jogos. Conseguimos o resultado planejado, treinado, conversado. Foi colocada uma suspeição sobre o que faríamos no jogo. Está aí, provado, o que faríamos. O torcedor colorado torce para o Inter. A todo o momento, a todo o instante, faremos isso – disse o técnico.

Sobis, capitão e autor do segundo gol colorado sobre o Botafogo, discursou no mesmo tom:

– Tem que se orgulhar desse time, pensar na gente, não pensar nos outros.Temos um grupo bom, bem encaminhado. Estamos treinando para o Mundial. Foi o que o Celso pediu.

Roth chegou a se mostrar contrariado com as consequências da disputa por pontos corridos nos últimos Brasileiros. E disse que o Inter não participa de ‘vergonhas’.

– Tem algumas vergonhas claras no campeonato de pontos corridos, e o Inter não participa disso – falou. Perguntado sobre tais ‘vergonhas’, preferiu despistar:

– Pesquise e verás.

fonte: Eduardo Cecconi


Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email