Cena de sexo entre Natalie Portman e Mila Kunis inspira lista

portman-kunis

As atrizes Natalie Portman e Mila Kunis interpretam duas bailarinas rivais em “Black swan”, novo filme de Darren Aronofsky. Mas o sentimentos que elas nutrem uma pela outra acabam desembocando em uma cena de sexo apaixonado que tem feito as pessoas comentarem depois das primeiras sessões do longa-metragem.

Aproveitando o lançamento de “Black swan” nos EUA, a Associated Press fez uma lista das cinco cenas de lesbianismo mais famosas do cinema. Confira abaixo:

– “Cidade dos sonhos” (2001): o primeiro encontro íntimo entre Naomi Watts e Lara Elena Harring é doce e suave… mas porque este é um filme de David Lynch, naturalmente o relacionamento das duas se torna mais sombrio e complicado. Watts, como a aspirante a estrela Betty Elms (neste ponto do filme, ao menos), se aproxima da personagem de Harring, a deliciosa amnésica Rita. As duas embarcam em uma aventura, brincando de detetive para desvendar o mistério do passado de Rita. Solitárias e amedrontadas, elas acabam se beijando, o que leva a uma das cenas de lesbianismo mais adoráveis que já foi filmada. Em um filme repleto de viradas, este é um raro momento de emoção pura e instintiva.

– “Garotas selvagens” (1998): tudo começa com um tapa na cara, uma briga de puxão de cabelos em uma piscina e termina em uma sessão de sexo com direito a biquínis e camisetas sendo arrancadas ao som de uma música caliente ao fundo. Denise Richards interpreta uma garota rica e pervertida e Neve Campbell faz a garota pobre e pervertida; apesar de virem de lados diferentes, elas se aproximam para juntar acusações de estupro contra o antigo diretor do colégio (Matt Dillon). O fato de a história se passar no Sul da Flórida faz o filme parecer ainda mais tórrido e sensual.

– “Ligadas pelo desejo” (1996): antes que os Irmãos Wachowski entrassem na Matrix, a dupla de roteiristas e diretores estreou com este filme noir engraçado, tenso e sexy. Jennifer Tilly interpreta Violet, a aparentemente bobinha namorada de um mafioso; Gina Gershon interpreta Corky, a mulher da limpeza do prédio que acaba de sair da prisão. A atração de Violet por Corky é instantânea e eventualmente as duas bolam um plano para roubar US$ 2 milhões em dinheiro do namorado de Violet. Uma quantidade ridícula de encontros forçados e flertes leva a um intenso – ainda que artificialmente fotografado – encontro amoroso entre as duas mulheres.

– “D.E.B.S.” (2004): como se não bastasse ter um grupo de espiãs adolescentes lindas vestidas como colegiais safadinhas, a líder delas (Sara Foster) acaba se apaixonando em segredo pela criminosa mortal (Jordana Brewster), alvo principal do grupo. O filme da diretora e roteirista Angela Robinson (“The L Word”) não é exatamente bom cinema, mas também não se leva tanto a sério e traz momentos bem divertidos.

– “Segundas intenções” (1999): o mais casto dos cinco desta lista, o filme deu a Sarah Michelle Gellar e Selma Blair o prêmio de Melhor Beijo no MTV Movie Awards daquele ano. Nesta versão escolar de “Ligações perigosas”, Gellar faz o papel que foi de Glenn Close nos anos 80 como uma garota rica e manipuladora que domina a região do Upper East Side, em Manhattan. Blair faz o papel que foi de Uma Thurman como uma inocente manipulável que nunca beijou um garoto antes. Gellar a ensina então o que fazer durante um piquenique no Central Park: “Eu vou colocar a minha língua na sua boca, e quando eu fizer isso quero que você massageie a minha língua com a sua”. Tudo muito didático.

fonte: AP


Tags: , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email