Microsoft compra o Skype por US$ 8,5 bilhões

skype1

A Microsoft adquiriu nesta terça-feira (10) a empresa de serviço de chamadas de voz e de vídeo pela internet Skype por US$ 8,5 bilhões.

De acordo com a Reuters, essa foi a maior aquisição da Microsoft em seus 36 anos de história.

De acordo com o presidente da Microsoft, Steve Ballmer, o Skype se tornará uma nova divisão de negócios dentro da empresa e terá o atual CEO da Skype, Tony Bates, como presidente da Microsoft Skype Division.

Rumores apontavam o interesse de outras empresas como o Facebook e o Google para comprar a empresa. A Microsoft, no entanto, pagou o maior valor de sua história para ter a companhia, que ainda não dá lucro, segundo analistas.

A Microsoft disse que a compra da Skype “irá melhorar e aumentar a acessibilidade de conversas de vídeo e de voz em tempo real pela internet, trazendo benefícios para consumidores e empresas, além de trazer novas oportunidades de negócios”.

O programa Skype tem mais de 170 milhões de usuários em todo o mundo e obteve 207 bilhões de minutos de conversas de vídeo e de voz em 2010. De acordo com a Microsoft, com a aquisição, a tecnologia usada no Skype será utilizada no Xbox 360, no Kinect, no Windows Phone e nos PCs.

Além disso, serviços de comunicação da empresa como o Lync, o Messenger, o Outlook e o Xbox Live usarão o Skype.

Embora tenha gerado US$ 860 milhões em 2010 e alcançado um lucro de US$ 264 milhões, a Skype perdeu US$ 6,9 milhões, além de ter uma dívida de US$ 686 milhões. No acordo da Microsoft está o pagamento de parte da dívida.

Além de permitir conversas por meio de voz e de vídeo em computadores, a Skype produz versões de seu serviço de telefonia para dispositivos como iPhone e iPad, da Apple; BlackBerry, da RIM, e aparelhos com o sistema operacional Android, do Google.

Fundado em 2003, a Skype foi adquirida em 2005 pelo eBay e, em 2009, foi comprado pela Silver Lake. De acordo com a Microsoft, o progresso nos últimos 18 meses sob a gerência da Silver Lake gerou um crescimento de 150%, desenvolvendo novas parcerias estratégicas e melhorando a qualidade do serviço.

fonte: G1, com agências internacionais


Tags: , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários

Trackbacks