Ministro pede produção em massa de conversores para TV Digital

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, criticou a falta de uma política industrial ”capaz de atender às necessidades de se produzir em grande escala o conversor da TV digital popular”, mostra reportagem publicada pelo Globo neste sábado. Segundo o ministro, que fez um balanço do primeiro ano das transmissões da TV digital no país, que começaram em 1º de dezembro de 2007, em São Paulo, se tivesse um milhão de conversores populares para vender no Brasil, estaríamos vendendo.

Lembrando que a a tecnologia da TV digital já chegou, além da capital paulista, a várias cidades importantes, como Rio, Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) e Belo Horizonte (BH), Costa disse que são produzidos no país apenas cem mil conversores por mês, enquanto a demanda é de mais de um milhão.

Na próxima segunda-feira, dia 1º, será inaugurada a TV digital em Salvador, e na quinta-feira, ela chega ao interior de São Paulo, em Campinas. Com estas estréias, mais de 40% da população brasileira contarão com o serviço, segundo Costa. No entanto, ressaltou, não haverá conversores populares suficientes para atender a todos os consumidores.

Fonte: O Globo


Tags: , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email