Os computadores de mesa encolheram e viraram os novos Nettops

acer-aspirerevo-nettop

Com a evolução gradual da tecnologia, cada vez mais os aparelhos diminuem de tamanho e ganham mais eficiência. O que um dia já foi do tamanho de uma sala, hoje cabe em nossos bolsos e pode ser levado para qualquer lugar – como já notamos pelos smartphones.

Em meio a tantas outras novidades no mercado, como os ultrabooks e os tablets, já era de se esperar que os nossos ‘grandes’ desktops também diminuíssem de tamanho. Acontecem que esses substitutos ainda não estão sendo muito divulgadas, mas já estão por aí: são os chamados Nettops.

A grosso modo, os nettops são desktops mais portáteis, com a função de executar tarefas que não exijam muito poder de processamento ou armazenamento da máquina. Tais tarefas incluem a navegação na internet, abertura de arquivos web, documentos simples, leitura de mídias, etc. Desse modo, o nettop é uma versão miniatura do desktop, assim como o netbook o é para o notebook.

Um dos destaques dos nettops é o seu baixo consumo de energia: enquanto computadores normais precisam de 100 Watts para a alimentação, um nettop convencional não precisa de mais do que 10 Watts para executar suas funções. Como esquentam pouco, também, não possuem coolers, fazendo com que sejam mais silenciosos.

O disco rígido usado para armazenamento é, usualmente, o SSD, ajudando no tamanho do aparelho, mas perdendo em armazenamento, pois os SSD não possuem muitas opções.

Porém, para um aparelho como esse, onde o foco não é o armazenamento e sim o uso de outras mídias e da internet, a quantidade de gigabytes disponível para esse fim é desconsiderável.

Como era de se esperar, não é possível exigir dos nettops um trabalho mais apurado, com softwares mais complexos ou de navegações mais intensas. Seu tamanho limitado também limita o hardware, tornando-o impossível, por exemplo, para edições de vídeos ou de fotos, ou navegar com milhões de abas abertas. Ainda assim no entanto, é possível rodar alguns jogos, como você pode ver no vídeo abaixo.

Os modelos mais básicos de nettops custam, em média, entre 600 e 800 reais. Já um modelo com uma configuração mais potente, como 320Gb de HD, 2Gb de memória RAM e leitor de Blu-Ray, encontra-se na faixa de 1.300 reais.

O preço é razoável, já que um desktop convencional com 500Gb de HD e 2Gb de memória está custando 800 reais.

No caso do nettop, paga-se um pouco mais caro, porém você é compensado no tamanho e na beleza do aparelho, bem como no tempo de resposta e nas diversas utilidades do aparelho.

Um uso recorrente dos nettops que passa despercebido é no que diz respeito ao “home automation”. Diversas pessoas interligam sua casa a um nettop, podendo, assim, comandar luzes, portões, janelas, sistemas de segurança e qualquer outro circuito eletrônico pela Internet, aonde estiver.

Os aparelhos nettop mais modernos são equipados com saídas mini-HDMI (para serem ligados em televisão de alta qualidade) e, alguns modelos mais ‘corajosos’, com leitor de Blu-Ray.

Essas novidades são ótimas para quem quer ter um aparelho bonito, pequeno, que acesse a Internet, e complemente as funções de sua televisão.

fonte: Dorly Neto


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email