Insensato Coração: Léo descobre que Pedro não é filho de Raul

Pedro (Eriberto Leão) vai levar o maior baque de sua vida em ‘Insensato coração’ e, dessa vez, não terá nada a ver com Marina (Paola Oliveira). O problema é com Raul (Antonio Fagundes). É que Léo (Gabriel Braga Nunes) descobre que o irmão não é filho do publicitário, mas sim de Umberto (José Wilker). E, claro, sente o maior prazer em jogar isso na cara do piloto.

pedro-leo

Sentindo que Pedro está fechando o cerco para pegá-lo, o vilão vai até Wanda (Natália do Vale) e implora que ela o ajude a ter um trunfo para não ser massacrado pelo irmão. “Alguma coisa preu neutralizar o Pedro, qualquer coisa, não sei o que pode ser… da infância dele, da adolescência, um segredo de família, que eu possa usar contra ele…”. A perua fica tensa, pede que o filho não a obrigue a isso, mas Léo joga baixo: “Por mim, mãe, pelo filho que te ama, eu tô sem saída, eu sinto que tô correndo risco de morrer… Eu vou te contar a verdade… o Pedro me ameaçou de morte… vai ser ele ou eu… Salva a minha vida, tá nas suas mãos…”. Tensa, Wanda diz que vai revelar um segredo.

Na cena seguinte, Pedro procura Léo na mansão e, mais uma vez, afirma que ele vai pagar por todos os crimes que cometeu. Mas, dessa vez, o vilão deixa o irmão arrasado. Veja a cena:

Léo — Você é um idiota, Pedro! Otário, mané, imbecil, tudo isso é pouco pra te descrever! Você tem um desconhecimento total de quem você é!

Pedro — Do que você tá falando? Não tô entendendo nada…

Léo — Qual é a sua origem, Pedro?

Pedro — Origem?

Léo — De onde você veio? De quem você nasceu? Seus pais, sua origem.

Pedro — Você tá doido, Léo? Bebeu? Não tá falando coisa com coisa…

Léo — Me diz o nome dos seus pais.

Pedro — Os mesmos seus, minha mãe é Wanda, meu pai Raul/

Léo — Tem certeza que é filho dele?

Pedro — Que conversa mais sem sentido…

Léo — Pra você. Sem sentido pra você. Aliás, sua vida não faz sentido.

Pedro — Você tá maluco?

Léo — Você pensa que sabe alguma coisa? Não sabe nada! Se acha certinho, correto, honesto… Você é uma fraude, uma farsa! Você foi enganado a vida toda!

Pedro — Chega de palhaçada!

Léo — Vou ser o mais objetivo possível, por que eu quero que você saia daqui agora. E nunca mais volte. Você me deixa em paz, deixa a Norma em paz, desfaz essa história da Carmem e eu não conto pro meu pai a verdade.

Pedro — Que verdade cê vai contar pro papai?

Léo — Papai, não. Meu pai. Nós temos a mesma mãe. Mas o seu pai é outro. O nome dele é Umberto.

Pedro — Você só pode estar…

Léo — Não deixa de ter uma certa ironia. Houve especulações de um caso entre a mamãe e ele, eu cheguei a ouvir uma conversa em que a tia Neném insinuava que eu seria filho do tio Umberto… e, o que era mais óbvio, ninguém desconfiou. Por isso, a mamãe me adora e ela… gosta de você. Por isso, ela ficou ao meu lado, me protegeu sempre, é louca por mim, por que eu sou o filho legítimo, você é um bastardo. É fruto do caso dela com o tio Umberto.

Pedro — Isso é mentira…

Léo — Ela me confessou isso hoje, depois de muita pressão… Que motivo ela teria pra mentir e destruir pra sempre a relação com o meu pai?… Meu pai não sabe disso. E, se depender de mim, nunca vai saber. A condição é que você encerre essa perseguição e dê um jeito de anular, com o delegado, essa investigação sobre a Carmem. Do resto, com a proteção da Norma, eu me viro. Eu acho que fui bem claro, não fui?

Uma pausa. Pedro, catatônico.

Léo — Ou você faz o que eu tô mandando, ou eu conto a verdade pro meu pai. E você vai ser o responsável pelo sofrimenro dele. Agora tchau, sai. Vai!

fonte: extra


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email