Dinheiro investido em obra fantasma

Quatro anos após ser inaugurada e sem nunca ter entrado em operação, a estação ferroviária do Indubrasil voltará a consumir dinheiro público.

A licitação para as obras de reforma do imóvel (que atualmente está deteriorado e servindo de abrigo para sem-teto e marginais), deve ser aberta no próximo mês, com o objetivo de deixar o terminal em condições de receber a linha do Trem do Pantanal.

O empreendimento, hoje abandonado, fez parte de um projeto que absorveu R$ 61 milhões que resultou na construção de 36 quilômetros de trilhos entre as saídas de Aquidauana e Sidrolândia, três pontes e a desativação de 17,7 quilômetros de trilhos existentes no antigo traçado da ferrovia dentro da cidade, juntamente com a retirada de 32 passagens de nível.

Coincidentemente, o administrador que construiu a estação, o então prefeito André Puccinelli (PMDB) é o mesmo que deverá “reinaugurá-la” como no passado, ou seja, sem passageiros.

O mais interessante é que a América Latina Logística (ALL), responsável pela malha ferroviária do Estado, intermediada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) “concordou” em repassar o prédio ao Governo do Estado.


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (1 votos, média: 1,00 de 5)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email