Mark Zuckerberg apresenta Timeline e mudanças no botão de curtir do Facebook

facebook-timeline

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (22) durante o evenfo “f8”, realizado em San Francisco, nos EUA, que a rede social ganhará um recurso chamado “Timeline”, uma linha do tempo na rede social, apresentando em uma única página tudo o que o usuário realiza no site. Além disso, há uma mudança no botão “curtir”, que permitirá que o usuário publique ações como “ler um livro” em vez de apenas “curtir um livro”. Uma parceria com o serviço de música Spotify e com o Netflix, para filmes, permitirá ouvir músicas e assistir a filmes, vendo em tempo real quais canções e filmes os amigos estão escutando ou assistindo no momento.

A fase de testes beta da “Timeline” começa nesta quinta-feira (22), com o serviço sendo lançado oficialmente nas próximas semanas. Aplicativos de música, filmes e notícias serão liberados também nesta quinta-feira.

“Criamos um jeito de contar todas as histórias importantes de sua vida em uma única página”, disse Mark Zuckerberg, criador do Facebook. “É a história de sua vida e tem três pedaços. Seus aplicativos, suas histórias e um jeito de expressar quem você é. Queremos fazer do Timeline um lugar que você se orgulha de chamar de ‘casa’. Queremos que você expresse quem você realmente é. Você pode colocar uma ótima grande foto na parte superior da Timeline, além da foto de seu perfil.”

Tudo o que o usuário compartilhou recentemente também estará na “Timeline”, sendo possível navegar ao longo dos anos por meio de um menu lateral. É possível, também, adicionar eventos da vida do usuário como fotos da infância, por exemplo. O Facebook usará filtros para mostrar apenas um determinado conteúdo e é possível vertodos os locais já visitados no mundo em um mapa.

Zuckerberg anunciou mudanças no botão “curtir”. As pessoas poderão publicar na rede social o que estão fazendo em vez de apenas “curtir” uma ação. “Agora, você não precisa ‘curtir’ um livro, você pode apenas lê-lo. Você não pode ‘curtir’ um filme, você pode assistir a ele. Será possível conectar tudo de qualquer maneira”, disse Zuckerberg. “Em vez de Mike curte um livro, agora aparecerá Mike lê um livro”.

Aplicativos para manter usuário no site

Uma nova classe de aplicativos irá se unir à “Timeline”, permitindo que as ações sejam compartilhadas. “Você vai conectar o seu aplicativo a sua ‘timeline’ e tudo o que você fizer no aplicativo irá para a linha do tempo. Haverá uma forma de ver a ‘timeline antes de publicar as mudanças”, disse Zuckerberg.

Os usuários poderão saber em tempo real o que seus amigos estão fazendo no site. Por meio de uma barra lateral no lado esquerdo da página, será possível ver qual game os amigos estão jogando, se estão ouvindo uma música, por exemplo.

Conhecendo que músicas os amigos da rede social estão ouvindo permitirá que os usuários descubram novas canções e artistas, além de pagar pelo conteúdo. Daniel Ek, executivo-chefe e fundador do Spotity apresentou uma integração do Facebook com o serviço de músicas durante a conferência. “Encontrar novas músicas tem sido difícil. As pessoas descobrem músicas por meio de seus amigos e ainda não era possível fazer isso on-line”, disse.

Segundo Ek, as pessoas que escutam músicas do Spotify no Facebook ouvem mais músicas, com maior variedade e, provavelmente, vão pagar mais por músicas. “A descoberta social das músicas no Facebook leva as pessoas a pagarem por músicas de novo”.

O serviço de filmes sob demanda Netflix também terá um aplicativo que permitirá saber quais os filmes que os amigos do usuário no Facebook estão assistindo em tempo real. “Você descobrirá novos filmes pela rede social”, disse Reed Hastings, CEO da empresa.

Os aplicativos no Facebook também ajudarão o usuário a descobrir e ler notícias. “Mais de uma dúzia de desenvolvedores trabalharam conosco para produzir aplicativos que criarão uma ‘leitura social de notícias’. Isso irá redesenhar a maneira como toda a ‘indústria de notícias’ funciona”, disse Zuckerberg. Entre os parceiros do Facebook estão o jornal “Washinton Post” e o blog especializado em tecnologia “Gizmodo”.

Aplicativos definirão futuro do Facebook

Zuckerberg disse também que os próximos anos serão definidos pelos aplicativos. “Os últimos 5 anos de redes sociais tem sido para conectar as pessoas em suas vidas e, até recentemente, as pessoas não tinham noção desse fenômeno das redes sociais”, disse Zuckerberg. “Agora, as pessoas veem que as redes sociais são uma ferramenta que será usada por todos. Semana passada, tivemos um marco, tivemos meio bilhão de pessoas usando facebook em um dia”.

A apresentação inicial contou com o humorista Andy Sandberg, do programa “Saturday Night Live” imitando Mark Zuckerberg, como já fez em outras ocasiões no programa.


Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email