Rock in Rio: Shakira se apresenta com Ivete e diz: ‘Sou Brasil e amo vocês’

shakira

Shakira voltou a 1996 ao entrar no Palco Mundo do Rock In Rio, para encerrar a programação desta sexta-feira (30).

A colombiana trocou a tradicional introdução com a melancólica “Pienso En Ti” por uma versão dance de seu primeiro sucesso no Brasil, “Estoy Aqui”, do disco “Pies Descalzos”.

Shakira já não cantava a música desde o final da turnê “Oral Fixation Tour”, em 2007, e atendeu aos pedidos dos fãs que não ouviram o hit em sua última excursão no Brasil, em março deste ano.

A cantora subiu ao palco à 1h56 com sua apresentação baseada na turnê “The Sun Comes Out World Tour”, mas com algumas alterações para uma hora e quarenta de show.

Entre elas –além do hit “Estoy Aqui”– a inserção de uma animada versão de “País Tropical”, clássico de Jorge Ben Jor, com participação de Ivete Sangalo, outra cantora responsável pelos melhores momentos da noite.

Apoiada por uma banda de oito pessoas, Shakira só interrompeu seu rebolado para assumir o violão na balada “Inevitable” e para tocar gaita em “Te Dejo Madrid”.

Como de costume, Shakira convidou seis garotas para subir ao palco e dar uma aula de dança para as fãs, cantando “Whenever, Wherever”. E mais pessoas subiram ao palco no encerramento com “Waka Waka”.

A versão acústica para “Nothing Else Matters”, do Metallica –quando a cantora veste uma saia e incorpora a cigana de pés descalços– deu uma quebrada no ritmo do show, mas refletiu o perfil multifacetado que define seu estilo, passando entre o irresistível reggaeton “La Tortura” e o flamenco de “Gypsy” ao eletrônico de “She Wolf”.

No palco, Shakira veste o papel de mulher fatal e explode em sensualidade sem ser vulgar. Contorce o corpo em uma aula de dança do ventre que hipnotiza homens e mulheres. Nem a espontaneidade programada de discursos como “hoje estou aqui para satisfazê-los”, que faz parte do roteiro de seus shows desde o início, compromete seu carisma.

5º dia de Rock In Rio
Antes de Shakira, Lenny Kravitz mostrou as músicas de seu disco recém-lançado “Black and White Americana”.

Ainda no Palco Mundo, Ivete Sangalo, de terno branco e chapéu, levou seu axé ao público com parte do repertório de seu DVD ao vivo “Ivete Sangalo no Madison Square Garden”, gravado em Nova York em 2010.

Frequentadores de FMs e queridinhos do público, o Jota Quest foi bem recebido pela plateia e relembrou seus 15 anos de banda. Mas foi Marcelo D2 que iniciou a programação do Palco Mundo, repassando em 50 minutos um apanhado de sua carreira, desde o Planet Hemp aos seus trabalhos solos.

No Palco Sunset, os portugueses do Buraka Som System juntaram-se ao Mix Hell (projeto eletrônico do ex-Sepultura Iggor Cavalera com sua mulher Laima Leyton). Na sequência, Céu encontrou com João Donato, e Cidade Negra dividiu o palco com Martinho da Vila e o rapper Emicida.

A programação foi encerrada com o encontro de Pepeu Gomes com Monobloco e o cantor espanhol Macaco, levando o carnaval de rua carioca para o festival.

Esta sexta-feira foi o quinto dia do Rock In Rio 2011. O festival encara agora a reta final, com apenas mais dois dias pela frente.

No sábado (1º), o destaque é a banda Coldplay, que encerra a programação do Palco Mundo com um repertório focado em seu novo disco, “Xylo Myloto”, que chega às lojas ainda em outubro.

Apresentam-se também Maroon 5, Maná, Skank e Frejat. No domingo, último dia de Rock In Rio, as grandes atrações são o System of a Down, que retoma a carreira após anos afastado dos palcos, e o Guns N’ Roses, que encerra o festival.

fonte: MARIANA TRAMONTINA


Tags: , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email