Boicote a bancos nos EUA é preparado para 5 de novembro

Em 5 de novembro, retire seu dinheiro dos grandes bancos, feche sua conta e transfira tudo para uma cooperativa de crédito. Esse é o mote de um protesto contra as maiores instituições financeiras dos Estados Unidos, criado pela dona de uma galeria de arte do estado da Califórnia.

banker-day

Kristen Christian, dona da galeria Le Spec, de Los Angeles, contava com a adesão de 13,5 mil ativistas na página do evento no Facebook: “Bank Transfer Day”. Na web, Kristen conta que iniciou o movimento porque estava cansada, “cansada dos aumentos de taxas, de não ter acesso ao meu dinheiro quando precisava, cansada de ver os bancos usarem meu pouco dinheiro para oprimir meus irmãos e irmãs”, afirma. “Então, decidi agir.”

O estopim que levou Kristen a propor o boicote é um aviso feito pelos bancos de que irão taxar mensalmente o uso de cartões de débito por seus clientes a partir de 2012. A tarifa vai variar entre US$ 3 e US$ 5. A imposição da taxa é uma reação a uma emenda à lei Dodd-Frank, que reforma o setor financeiro dos Estados Unidos e foi assinada pelo presidente Barack Obama em 21 de julho de 2010.

A lei permite que o Banco Central dos EUA regule as tarifas de cartões de débito dos bancos. Nos últimos meses, o BC divulgou a regra final sobre o assunto, limitando as tarifas dos bancos a um máximo de 21 centavos por transação. Em reação, as maiores instituições financeiras decidiram começar a cobrar taxas dos clientes com menos de US$ 20 mil nas contas. “Isso é um ataque aos 99% da população, que não pode ser tolerado”, diz Kristen no Facebook.

Kristen diz que escolheu 5 de novembro em alusão a uma figura famosa no Reino Unido. A máscara que representa o movimento é de Guy Fawkes, nascido na cidade de York e que ficou famoso no começo do século 17 por tentar derrubar o rei James 1. Fawkes, que era católico, queria derrubar o rei protestante, no movimento que ficou conhecido como “Conspiração da Pólvora”. A captura de Fawkes, em 5 de novembro, é comemorada até hoje na Inglaterra, com festas e fogos de artifício.

“Escolhi o 5 de novembro e a insterpretação do artista Edie Colla da notória máscara de Guy Fawkes para esse movimento na esperança de que os que associam os dois a ‘ataques terroristas fracassados’ possam trazer um novo significado à imagem e à data: o dia em que 99% se levantaram a favor do fim do financiamento de seus próprios maus-tratos por 1%.”

Fonte:ig


Tags: , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email