São Paulo empata com o Fluminense e deixa a decisão do Brasileirão 2008 para última rodada

A torcida fez sua parte e lotou o estádio do Morumbi, mas o grito de campeão ficou entalado. O São Paulo precisava de uma vitória simples para conquistar o seu sexto título nacional, só que acabou empatando em casa com Fluminense por 1 a 1, na tarde deste domingo, e adiou a decisão do Campeonato Brasileiro deste ano para a última rodada.

Com o resultado no Morumbi e a vitória do segundo colocado Grêmio sobre o Ipatinga por 4 a 1, a diferença entre os dois times caiu para três pontos. Agora, para conseguir o sexto título nacional, o terceiro de forma consecutiva, a equipe paulista precisa apenas empatar com o Goiás no próximo domingo, no estádio Bezerrão, no Distrito Federal, se quiser comemorar a conquista.
Por alguns minutos, a torcida são-paulina chegou a ver o time com o título. O Grêmio perdia por 1 a 0 quando a partida no Morumbi ainda estava empatada por 0 a 0, mas logo o time gaúcho conseguiu a virada. Com o segundo colocado ganhando fora, a equipe paulista precisava vencer, mas viu o Fluminense novamente estragar sua festa.

Mesmo empurrado pela torcida, que comprou antecipadamente todos os ingressos colocados à disposição, o São Paulo não começou bem o jogo. O Fluminense, precisando de um ponto para acabar de vez com o risco de rebaixamento, não se intimidou e foi para cima. Logo no primeiro minuto, Washington criou uma boa chance de gol.
Depois dessa pressão inicial do adversário, os são-paulinos conseguiram ficar mais com a posse de bola e ir para o ataque com perigo. Borges perdeu pelo menos duas grandes oportunidades de abrir o placar. Mas, em nenhum momento, o Fluminense deixou de levar perigo ao gol de Rogério Ceni, incluindo uma cabeçada que acertou a trave do camisa 1 paulista.
Nitidamente nervosos, os donos da casa erravam muitos passes no meio-campo, dando os contra-ataques para os visitantes. “O primeiro tempo foi bom, mas não podemos errar tantos passes. Mas vamos conversar no vestiário e corrigir isso para o segundo tempo”, disse o zagueiro André Dias na saída para o intervalo da partida.

“No segundo tempo vamos tentar por mais a bola no chão, trabalhar mais com ela para criar as chances. Sabíamos que seria um jogo difícil, mas tenho certeza que vamos sair com a vitória”, disse o volante Hernanes, seguido pelo goleiro e capitão Rogério Ceni, que resumiu a primeira etapa da partida: “Podia ser bem melhor.”
Do outro lado, o time carioca mantinha a empolgação pelo bom futebol do primeiro tempo. “O Fluminense é time grande. Não é porque estamos lutando contra o rebaixamento que não vamos jogar para frente. Nosso grupo não deve nada para o do São Paulo e estamos lutando de igual para igual”, disse o zagueiro Thiago Silva.
A conversa no vestiário pareceu não ter feito muito efeito, e o segundo tempo começou como o primeiro, com o Fluminense pressionando e criando chances. Com isso, o time carioca conseguiu abrir o placar. Com apenas 4min, depois de boa defesa de Rogério Ceni, a bola sobrou para Tartá, que rolou com calma para o gol.
O São Paulo sentiu e demorou alguns minutos para se recuperar do baque. Porém, logo que conseguiu recuperar a posse de bola, empatou a partida. Aos 12min do segundo tempo, após cobrança de falta, a bola foi escorada de cabeça para o meio da área e sobrou para Borges. Ele chutou fraco, mas a bola entrou no canto.


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários não permitidos.