Pan: Fabiana Beltrame leva prata e é primeira mulher medalhista no remo

fabiana-beltrame-remo

Na saída da raia, um abraço apertado das meninas do Four Skiff e o parabéns de toda a comissão. A primeira medalha de uma brasileira no remo em Jogos Pan-Americanos , no entanto, veio com uma ponta de decepção.

Após a conquista do título mundial, em setembro, na Eslovênia, Fabiana Beltrame chegou ao México como maior favorita no skiff simples leve. O ouro ficou a 6s65. Com a marca de 7m55s42, a brasileira foi superada pela americana Jennifer Goldsack (7m48s77), em Ciudad Guzmán, a pouco mais de 150km de Guadalajara. A cubana Yaima Velazquez (8m02s59) levou o bronze.

A medalha de prata de Fabiana foi a 42ª do remo brasileiro em Jogos Pan-Americanos, a primeira de uma mulher. Mesmo sem o ouro, a remadora comemorou.

– Estou um pouco engasgada com esse ouro que não veio. Mas estou feliz por ter levado a primeira medalha feminina para o Brasil. Preciso treinar mais. Hoje, não fui a melhor, e o remo é muito objetivo. Chegou na frente, levou.

Fabiana reconhece que já não está com a mesma forma física da época da conquista do Mundial. Ela, porém, pede que o remo brasileiro se inspire na Argentina em busca de mais medalhas nas competições.
– Falta um pouco mais de organização.

A Argentina “varreu” isso aqui, ganhou quase tudo. E é um país menor, com menos remadores. Mas se organizou e o resultado veio. Falta organização dos próprios atletas. Precisamos nos reunir para tentar algo.

No domingo, Beltrame venceu sua bateria na eliminatória com o tempo de 8m20s18, o melhor entre todas as competidoras, mas ainda distante dos 7m44s58 que a fizeram campeã mundial na Eslovênia. Isso mostrou que ela se poupou e fez o suficiente para avançar à final.

Brasileiras terminam em último na final do four skiff
Bianca Miarka, Camila Carvalho, Carolina Rocha e Kissya Costa ficaram em sexto e último lugar na final do four skiff feminino, após completar o percurso em 6m45s57, nesta quarta-feira. A Argentina conquistou o ouro (6m34s46), o Canadá levou a prata (6m37s68) e os Estados Unidos completaram o pódio (6m39s36) da competição.

Os homens também deixaram a desejar na final do quatro sem. A equipe brasileira, formada por José Sobral Júnior, Thiago “Capi” Almeida, Célio Amorim e Ailson Silva, terminou em último, com o tempo de 6m15s61.

Quem levou a melhor foi Cuba, que ganhou o segundo ouro no remo, ao cravar 6m06s06. Os campeões passaram os primeiros 500m da regata na quarta posição, mas aceleraram na reta final do circuito de 2.000m e superaram a Argentina (6m06s21).

Os hermanos faturaram a prata, e os chilenos levaram o bronze (6m06s36).

fonte: João Gabriel Rodrigues


Tags: , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email