Com o Corinthians campeão, Tite deve renovar contrato com Timão ainda nesta semana

andres-sanchez-tite

Tite não quis falar sobre o assunto na entrevista coletiva de domingo, mas será o técnico do Corinthians em 2012.

Em alta no Timão e valorizado pela conquista do título brasileiro, o treinador continuará no clube mesmo com a troca da presidência e deve assinar o novo contrato ainda nesta semana, antes de entrar definitivamente em férias.

A continuidade do técnico no Alvinegro passava pela vitória no Brasileirão. Em caso de revés, não haveria clima para a permanência e a pressão aumentaria em demasia.

Com a taça nas mãos, Tite acabou definitivamente com a desconfiança da torcida que o cercava pela precoce eliminação na Taça Libertadores e a derrota na decisão do Campeonato Paulista. Além disso, faz perder força a corrente dos conselheiros que pediam a saída dele.

A negociação para a assinatura do novo vínculo será rápida. O desejo mútuo de continuar o trabalho facilitará ainda mais as conversas com o presidente Andrés Sanches, responsável pela vinda do comandante na reta final do Brasileirão de 2010.

Técnico e mandatário devem se reunir ainda no início da semana para a assinatura, já que na quarta-feira o comandante viajará com a família para o Rio Grande do Sul onde passará as férias.

– Não tenho preocupação com isso (renovação). Sei que, quando conversarmos, a renovação não vai demorar nem cinco minutos – afirmou o diretor de futebol Roberto de Andrade.

Tite tem também a confiança do provável novo presidente do Corinthians. Chefe do departamento de futebol por três anos, Mário Gobbi Filho é o candidato da situação, favorito a vencer a eleição de fevereiro e segue a mesma filosofia de trabalho de Andrés Sanches de evitar ao máximo mudanças drásticas no comando.

Mais do que o bom trabalho para levar o Corinthians ao título nacional, Tite ganhou ainda mais crédito pela forma como liderou o grupo de jogadores.

Ao longo de toda a temporada, mesmo com alguns momentos de crise, o elenco não se dividiu.

Nem mesmo quando o ex-capitão Chicão se recusou a ficar no banco de reservas no clássico contra o São Paulo, no Morumbi, após perder a vaga na equipe titular.

Tite vê em 2012 a grande oportunidade de se consagrar como um dos treinadores mais badalados do país se conseguir o tão sonhado título da Libertadores.

O Timão chega para disputar o principal torneio das Américas com um elenco praticamente pronto e que sofrerá poucas mudanças até o início da competição. Chance de ouro para fazer história.

fonte; Carlos Augusto Ferrari, Leandro Canônico e Wagner Eufrosino


Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email