Jornal diz que Kodak pedirá concordata até fevereiro

kodac-cameras-digitais

A empresa vai recorrer da lei de falências americana que permite a companhias em crise reorganizar as contas por um período.

Para sanar as perdas, pode vender as 1.100 patentes da tecnologia responsável pelas imagens digitais. São necessários 500 milhões de dólares para as operações serem antidas neste ano.

No terceiro trimestre de 2011, a Kodak contabilizou um prejuízo de 179 milhões de dólares, maior do que o esperado e do que o registado um ano antes, de 167 milhões. Já as receitas foram de 1,49 mil milhões, abaixo da expectativa de 1,53 mil milhões.

A Kodak negocia, segundo o jornal, o financiamento de bancos, como JP Morgan Chase, Citigroup e Well Fargo, para continuar a operar durante a concordata.

O mercado financeiro já reagiu à crise da Kodak. As acções da empresa podem ser excluídas da Bolsa de Nova Iorque se as suas cotações não subirem nos próximos seis meses. Abaixo de 1 dólar, os papéis caíram 80% em 2011. Em 1997, eram vendidos a 90 dólares.

O rumor de que a empresa poderia pedir a concordata não é recente. Em Outubro de 2011, a Kodak negou que fecharia as portas, em comunicado.

fonte: http://diariodigital.sapo.pt/


Tags: , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email