Lançamentos da Sony e da Samsung dão novo fôlego a plataforma de televisão inteligente do Google

google-tv

O anúncio de que a Sony continuará apostando no sistema de televisão inteligente Google TV e o lançamento pela LG de uma tela com esta plataforma demonstraram na feira CES que os fabricantes continuam confiando na proposta do buscador.

Além da guerra por criar televisores cada vez maiores, e de contar com a tecnologia OLED, os fabricantes estão travando uma batalha tão ou mais importante: a corrida por apresentar um sistema de televisão inteligente que acabe se convertendo em um padrão de referência para os usuários.

O Google TV, que encarna a aposta da companhia californiana para integrar televisão e internet, estreou em novembro de 2010 com o dispositivo Revue, da Logitech, com resultados de venda abaixo do esperado, segundo dados do próprio fabricante.

O bloqueio por parte das principais cadeias de televisão dos Estados Unidos pouco após seu lançamento foi outro problema que o Google teve que resolver e que, agora, com os anúncios realizados no Consumer Electronics Show (CES) de Las Vegas, parece coisa do passado.

A força da marca Google, a possibilidade de interconexão da potente frota de telefones Android com este sistema de televisão e as atualizações realizadas no software, que com a versão 3.1 do Android permitem o acesso ao mercado de aplicativos, com mais de cem desenvolvidos para a televisão, parecem ter encorajado os fabricantes a revalidar o sistema.

Na conferência prévia à inauguração do grande evento de Las Vegas, a Sony confirmou seu compromisso de “expandir o número de telas conectadas através do Google TV” com um reprodutor blue ray e uma caixa inteligente equipadas com este sistema.

Estes dispositivos chegarão acompanhados de um novo comando que promete o que já é uma forte tendência: realizar buscas através de gestos e comandos de voz.

Já a LG, que conta com sua própria plataforma de televisão inteligente (Netcast), revelou sua primeira tela equipada com Google TV para não se perder na corrida das televisões conectadas, caso a proposta do buscador acabe sendo a favorita dos consumidores.

A aposta dos fabricantes pela plataforma Google TV chega em momento-chave para a venda de televisores, em um ano no qual eventos esportivos de porte internacional como a Eurocopa de futebol e os Jogos Olímpicos de Londres propiciarão a renovação dos aparelhos.

fonte: EFE


Tags: , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email