Após passar um mês preso, fundador do Megaupload consegue liberdade condicional

megaupload

Após um mês na prisão, o fundador do Megaupload, Kim Dotcom, conseguiu garantir sua liberdade condicional até o seu julgamento.

Dotcom ficará em uma mansão em Auckland e não poderá viajar mais do que 80 quilômetros enquanto aguarda a decisão sobre sua extradição para os Estados Unidos, onde ele é acusado de lavagem de dinheiro e pirataria. Ele também não poderá usar a internet durante o período e também não terá acesso às suas contas bancárias.

Presos no dia 20 de janeiro, quatro sócios do Megaupload conseguiram liberdade condicional na Nova Zelândia. Bram van der Kolk, Finn Batato e Mathias Ortmann também aguardam a decisão a respeito da extradição, e agora Dotcom vai se juntar a eles.

Em uma operação que envolveu o governo dos Estados Unidos, os fundadores do serviço de compartilhamento de arquivos foram acusados de causar US$ 500 milhões em prejuízo para a indústria do entretenimento. Os quatro foram presos e o site foi tirado do ar por facilitar a pirataria, segundo o FBI.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br


Tags: , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email