Autoridades portuguesas se recusam a reabrir caso Madeleine

madelaine

Apesar de a Scotland Yard destacar que há 195 linhas potenciais de investigação sobre o caso, a polícia portuguesa se ​​recusou a reabrir o inquérito sobre o desaparecimento da menina Madeleine McCann, alegando que não há novas evidências. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo jornal “Daily Mail“.

Os investigadores britânicos chegaram a divulgar na quarta-feira uma imagem, feita por computador, de como Madeleine poderia estar agora.

Apenas algumas horas antes do anúncio da decisão da polícia de Portugal, Kate e Gerry McCann disseram esperar que o caso seja reaberto. Pedro do Carmo, vice-chefe do Departamento de Polícia Criminal, teria dito à AFP:

— Não existem novos elementos no momento que permitam a reabertura do inquérito.

A notícia será um duro golpe para os McCann. No programa de TV BBC Breakfast, na manhã desta quinta-feira, Clarence Mitchell, porta-voz da família, disse que os pais estão lidando da melhor forma possível com o caso, e que eles se sentiam encorajados pelos acontecimentos dos últimos dias.

— Kate e Gerry foram extremamente encorajados por tudo que a polícia tem feito desde a retomada das investigações. — disse Mitchell. — Eles (Scotland Yard) acreditam ser bem possível que Madeleine esteja viva, e foi isso que Kate e Gerry disseram ao longo dos últimos cinco anos.

Ele acrescentou que, assim como a polícia britânica, o casal quer que o caso seja reaberto, mas que isso “depende das autoridades portuguesas”.

fonte: O Globo


Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email