Google cria página web especial para tragédia em Santa Catarina

O Google Brasil, em parceria com a prefeitura de Blumenau e com a Defesa Civil Estadual, criou uma página com dados atualizados sobre as áreas afetadas pela chuva em Santa Catarina, além de informações sobre como ajudar as vítimas das enchentes e deslizamentos.

Google Maps ajuda Santa Catarina

Através da ferramenta mushup, feita no Google Maps, os internautas podem visualizar um mapa com importantes pontos – como abrigos, hospitais, helipontos e centros de doação. De acordo com o diretor de comunicação e assuntos públicos do Google Brasil, Felix Ximenes, páginas semelhantes já foram criadas para tragédias ocorridas em outros países, mas é a primeira vez que o serviço é criado para um fato no Brasil.

– Todos os dados ali são oficiais, disponibilizados e atualizados pela prefeitura de Blumenau e Defesa Civil do estado. O mushup possibilita a criação de um site intercambiável. No Google Maps, a prefeitura pode incluir seu conteúdo. A intenção é que seja acessado por mais pessoas, para ajudar na divulgação de serviços. Já fizemos isso quando teve o furacão Katrina, com o tsunami, fizemos também quando teve teve o tufão em Nianmar. É uma tradição nossa – afirma Ximenes.

A página começou a ser criada por engenheiros do Google há cerca de uma semana, e foi ao ar no sábado passado. O site, realizado gratuitamente, também fornece o link da Defesa Civil de Santa Catarina e dados sobre as contas criadas para receber doações para o estado, onde 119 pessoas morreram, 31 estão desaparecidas, e mais de 30 mil estão desalojadas ou desabrigadas . A intenção, segundo Ximenes, é atualizar a página diariamente, e expandir o número de prefeituras participantes. Ele ressalta que usuários que tenham novas informações podem contribuir com comentários, mas o upload dos dados é de responsabilidade de prefeituras e da Defesa Civil do estado.

– A informação que tive é que eles já colocaram todas as informações principais, mas ainda faltam dados. É um trabalho contínuo, enquanto prosseguirem os trabalhos de resgate e atendimento aos afetados, os dados serão atualizados. Vai ter informação a toda hora – diz o diretor.

No mapa ampliado, o internauta encontra uma barra lateral com a lista de todos os pontos destacados. Ao clicar em uma das figuras de casas verdes, por exemplo, é possível obter informações sobre o ponto de doação selecionado, e localizá-lo no mapa. Clicando na figura de uma cama, o internauta localiza um abrigo. Também estão em destaque cidades mais prejudicadas, hospitais, postos de saúde, sedes de bombeiros, cemitérios e delegacias.

Veja o site clicando aqui

Fonte:oglobo


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email