São Paulo e Goiás se enfrentam para disputar uma vaga na semifinal

montagem-lucas-harlei

De um lado, um time que está na Série A do futebol brasileiro, que sofreu grande reformulação em 2012 e que, no seu primeiro grande teste, negou fogo no Campeonato Paulista. Do outro, um rival acostumado a jogar na primeira divisão, mas que foi rebaixado em 2010 e que ainda não encontrou o caminho de volta. Mas que, no último domingo, conquistou o título estadual em cima de seu maior rival, o Atlético-GO.

Esse é o retrato de São Paulo e Goiás, que iniciam nesta quarta-feira, no Morumbi, a luta por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. O jogo de volta ocorre na quarta-feira que vem, no Serra Dourada.

Quem passar pega o vencedor de Vitória e Coritiba.

O São Paulo surge empolgado. No momento em que a crise ameaçava se instalar no Morumbi, o time deu uma resposta ao seu torcedor com a heroica classificação em cima da Ponte Preta, na última semana.

O Goiás, porém, costuma dar trabalho ao Tricolor na Copa do Brasil. Os dois times já se enfrentaram duas vezes e cada time teve êxito uma vez. Em 2003, os esmeraldinos levaram a melhor, com dois empates (0 x 0 em Goiânia e 1 x 1, na capital paulita).

No ano passado, foi a vez de o Tricolor se classificar, com duas vitórias por 1 a 0.

Escalações
São Paulo: satisfeito com a produção da equipe no segundo tempo da partida da última quarta-feira, contra a Ponte Preta, o técnico Emerson Leão sacou Fernandinho, que vinha sendo titular, para colocar o meia Jadson.

Com isso, sai de ação o 4-3-3 e entra o 4-4-2. Outra alteração importante ocorrerá no sistema defensivo, onde Paulo Miranda, “liberado” pela diretoria, voltará a formar dupla de zaga com Rhodolfo.

O time jogará com: Denis; Douglas, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro, Cícero e Jadson; Lucas e Luis Fabiano.

Goiás: o técnico Enderson Moreira não poderá contar com o atacante Felipe Amorim. Com dores na coxa direita, o jogador ficou em Goiânia.

Segundo o departamento médico do clube, ainda não há previsão de retorno, e Amorim pode ser desfalque na estreia da Série B. Outra ausência será Iarley, poupado pela comissão técnica. Aos 38 anos, ele deverá ser utilizado no máximo uma vez por semana e pode reaparecer no jogo da volta, na próxima quarta-feira.

Júnior Viçosa é a opção para o ataque. No meio-campo, Marcos Paulo será o substituto de Thiago Mendes, que está suspenso.

O time: Harlei; Peter, Rafael Toloi, Valmir Lucas e Egídio; Marcos Paulo, Amaral, Ramon, Thiago Humberto e Ricardo Goulart; Júnior Viçosa.

Quem está fora
São Paulo: Rogério Ceni (lesão no ombro direito), Wellington (operado por causa da ruptura do ligamento cruzado do joelho esquerdo), Cañete (contusão no joelho direito), Osvaldo (não relacionado por opção da comissão técnica) e Fabrício (recuperação de lesão muscular na panturrilha direita).

Goiás: Iarley foi poupado. O também atacante Reis se recupera de lesão muscular. O volante Thiago Mendes está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Fique de olho
São Paulo: na Copa do Brasil, a defesa do São Paulo até que tem um bom desempenho, tendo levado três gols em cinco partidas. Nesta quarta, Paulo Miranda entrará em campo para jogar ao lado de Rhodolfo sabendo que não pode errar. Em caso de nova falha, cairá em desgraça com a torcida, com a diretoria e não vestirá mais a camisa do time do Morumbi. Resta saber como o beque vai se comportar.

Goiás: aos 40 anos, o goleiro Harlei celebrou no último domingo o seu sexto título goiano. Em plena forma, Harlei tem ajudado o Goiás a conquistar bons resultados na temporada. Contra o Tricolor, no Morumbi, o goleiro pode ter um papel importante.

O que eles disseram?
Emerson Leão, técnico do São Paulo: “O outro time virá fechado logicamente. E você, como dono do campo, sai para atacar e comete alguns erros. Temos de atacar com coordenação, sem errar. Isso requer um sistema coletivo e é isso que estamos buscando. É mais ou menos o treino que fazemos aqui nos treinamentos”.

Enderson Moreira, técnico do Goiás: “O São Paulo para mim é o maior clube do Brasil. É organizado, tem grandes jogadores e uma estrutura invejável. Se a gente analisar o elenco deles, vamos ver grandes jogadores em todas as posições. Vai ser um grande confronto, um duelo muito difícil, mas é como eu sempre falo: o que vai determinar o vencedor é o aquilo que ocorrer dentro das quatro linhas. Confio no potencial dos nossos atletas e vamos jogar para vencer”.

Ultimo confronto
As duas equipes se enfrentaram pela última vez exatamente pelas oitavas de final da Copa do Brasil do ano passado. Jogando no estádio do Morumbi, o São Paulo venceu por 1 a 0, gol marcado por Dagoberto, após passe de Carlinhos Paraíba.

Na ocasião, os paulistas jogaram com: Rogério Ceni; Rhodolfo (Xandão), Alex Silva e Miranda; Jean, Casemiro, Carlinhos Paraíba, Ilsinho e Juan; Marlos (Rivaldo) e Dagoberto.

O Goiás atuou com: Harlei (Pedro Henrique); Valmir Lucas, Rafael Tolói e Ernando; Oziel, Amaral, Zé Antônio, Marcelo Costa e Carlos Alberto; Hugo (Assuério) e Robert.

fonte: Fernando Vasconcelos e Marcelo Prado


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email