Dia ‘sem imposto’ tem filas em postos de gasolinas de todo o país

dia-sem-imposto-fila-posto-de-gasolina-sp

Motoristas formam filas para comprar gasolina mais barata em postos do país nesta sexta-feira (25), “Dia sem imposto”. Postos em diversas cidades do país vendem o combustível com desconto em protesto contra a carga tributária brasileira.

De acordo com a Receita Federal, hoje é Dia Nacional do Contribuinte, instituído em 2010 com o objetivo de mobilizar a sociedade e os poderes públicos para a conscientização e a reflexão sobre a importância do respeito ao contribuinte.

Em nota publicada em seu site, a Receita afirma: “Neste dia, é importante entender que, se de um lado, para manter a integridade do sistema tributário, devem as Administrações Tributárias fornecer aos contribuintes a oportunidade de compreender e cumprir com suas obrigações tributárias de maneira transparente e eficiente, de outro lado é importante ressaltar que os tributos constituem importante instrumento para reduzir as desigualdades sociais e construir uma sociedade mais justa e solidária”.

Protestos
Nas principais capitais do país, postos de gasolina decidiram diminuir o preço desde a madrugada para chamar a atenção sobre a alta carga tributária. Em São Paulo, dezenas de motoristas esperaram pelo menos uma hora na fila para abastecer seus carros com gasolina livre de impostos.

Em um posto da Avenida Sumaré, Zona Oeste da capital paulista, a fila, que começava mais de um quarteirão antes do posto, era recompensada pelo combustível a R$ 1,2677 o litro – um desconto de 53% no valor real, de R$ 2,699.

Motoristas do Distrito Federal aproveitam a promoção de um posto de combustível na 206 Norte. O estabelecimento está comercializando o litro da gasolina a R$ 1,77.

Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem – Seção DF, a ação tem o objetivo de chamar a atenção para a alta carga tributária praticada no Brasil. O preço usual é R$ 2,82.

No Rio Grande do Sul, a sexta-feira começou movimentada em um posto de combustíveis na Avenida Cristiano Fischer, no Bairro Petrópolis, em Porto Alegre.

Os motoristas formam fila no local onde a gasolina comum está sendo vendida com 45% de desconto, caindo de R$ 2,70 para R$ 1,59. A promoção faz parte do Dia da Liberdade de Impostos.

“Até agora, cerca de 40% do ano, tudo que foi arrrecadado pelo trabalhador é para pagar impostos ao governo. A partir de amanhã, as pessoas começam a trabalhar para si mesmas”, afirma o presidente do Instituto Liberdade, Henri Chazan, uma das entidades organizadoras do evento.

No Espírito Santo, para alertar os consumidores sobre o alto valor da carga tributária, um posto de combustível de Vitória comercializou gasolina a R$ 1,70 o litro. Carros formaram filas que davam várias voltas no quarteirão.

Em Manaus, motoristas também formaram fila na Avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul, onde o preço da gasolina era de R$ 1,90. Atualmente, o litro do combustível custa R$ 2,89 na capital do Amazonas.

De acordo com a coordenadora de sustentabilidade da Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem de Manaus (CDL), órgão responsável pela organização do protesto, Natasha Gama, o credenciamento dos carros começou a ser feito às 4h desta sexta.

Segundo ela, o primeiro cliente chegou ao posto às 23h de quinta. “Uma mulher de 55 anos dormiu no carro e foi a primeira a ser atendida”, disse.

Em Belo Horizonte, um posto de combustíveis que fica no bairro Lourdes, na Região Centro-Sul da capital, vendeu 5 mil litros de gasolina sem a cobrança de tributos, no valor de R$ 1,753.

Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-BH), a ação é limitada a 100 automóveis e 130 motoclicletas, sendo permitido 34,2 litros por veículo, que corresponde a R$ 60. O litro da gasolina neste posto normalmente é vendida a R$ 2,699.

Um posto de combustível de Salvador, situado na BR-324, ofereceu gasolina com 53% de desconto.

Uma longa fila de carros e motos se forma nesta manhã no posto de combustível, que reservou uma de suas bombas para comercializar o litro da gasolina pelo valor de R$ 1,31. Os motociclistas podem abastecer até R$ 10, enquanto os motoristas de carro podem colocar até R$ 20.

fonte: G1


Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email