Thor Batista faz curso de reciclagem para motoristas infratores no RJ

thor-autoescola

Bermuda estampada, blusa cinza comprida e tênis sem meia. Pelo visual despojado, poderia ser mais um jovem de 18 anos em suas primeiras aulas de direção, lembrando em nada o feliz condutor de um Ferrari 458 Italia ou de um Mercedes SLR McLaren.

Matriculado desde sexta-feira passada numa autoescola em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, Thor Batista assistiu a uma hora e 40 minutos de aula do curso de reciclagem para motoristas no fim da tarde desta sexta-feira (25).

Com o direito de dirigir suspenso por um ano desde o último dia 17, por ordem judicial, o filho do bilionário Eike Batista pede para não falar sobre a morte de Wanderson Pereira dos Santos, atropelado por ele com um SLR McLaren em 17 de março, na BR-040 (Rio-Petrópolis).

Mas o herdeiro da maior fortuna do Brasil sabe e admite que servirá de exemplo no trânsito.

— Não posso falar sobre isso porque a juíza (Daniela Barbosa Assumpção de Souza, da 2 Vara Criminal de Duque de Caxias) está em cima. Sei que eu vou servir de exemplo e a gente vai trabalhar em cima disso, mas só vou falar sobre o que vamos fazer depois. Nem o Twitter tenho usado — disse ele, pouco antes de começar a aula.

A autoescola parece ter sido escolhida a dedo. Discreta, fica no subsolo de uma galeria comercial pouco frequentada. O estabelecimento, aliás, não está na lista dos que oferecem cursos de reciclagem no site do Detran.

Aluno aplicado, segundo o instrutor Henrique Lemos, Thor está sempre com três seguranças à paisana, que o aguardam do lado de fora. Na sala de aula, não anota nada.

Só presta atenção:
— Por ser quem é, o Thor me surpreendeu. Ele veio no dia seguinte ao que entregou a carteira no Detran, interage e tira dúvidas em vez de ficar só navegando em redes sociais. Ele tem assistido a até três horas de aula por dia, fora o fato de que também gosta de carros, o que ajuda ajuda bastante.

De acordo com o Detran, Thor tem que frequentar um curso de reciclagem para condutores infratores e fazer, no fim, uma prova com pelo menos 30 questões. Mantida a suspensão de um ano determinada pela Justiça, ele poderá pedir a habilitação de volta em 17 de maio de 2013.

O curso tem 30 horas de aulas teóricas, sem teste prático, e é dividido assim: 12 horas sobre a lei de trânsito, oito horas sobre direção defensiva (com orientações para evitar acidentes), quatro horas com noções de primeiros socorros e seis horas sobre comportamento dos condutores no tráfego.

Thor pagou R$ 500 pelo curso e, para ser aprovado, terá de ir a todas as aulas e acertar 70% da prova final. Se for reprovado, poderá refazer o exame cinco dias depois. Se fracassar, terá uma nova chance no mesmo prazo.

Reprovado pela terceira vez, o rapaz precisará fazer o curso de novo.

fonte: Marcelo Dias, Extra


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email