Apple apresenta o novo MacBook Pro

mac-book-pro

A apresentação começou chocha, com updates pouco inspirados para o MacBook Air e MacBook Pro, que ganharam chips um pouco mais rápidos (Core i5 e i7) e placas de vídeo mais potentes – mas não um novo design, nem a esperada Retina Display.

Mas aí, logo em seguida, a Apple mostrou o MacBook Pro de “nova geração”, com tudo o que se esperava: novo design e tela Retina de 15 polegadas, com resolução de 2880×1800 pixels (220 dpi). Isso é 4 vezes mais do que um notebook comum, e traz algumas possibilidades interessantes.

Se você estiver editando um vídeo de alta definição, por exemplo, dá para ver o preview dele em Full HD na janelinha do Final Cut – que, assim como os demais aplicativos da Apple e o Photoshop, ganhou uma versão atualizada para a tela Retina.

Isso pode ser uma vantagem para profissionais. Sim, pois eles é que se disporão a pagar pela máquina, que vai custar US$ 2 199 em sua configuração mais simples.

Em seguida, a Apple mostrou a próxima versão do seu sistema operacional para desktops e laptops, o OS X Mountain Lion (10.8).

A novidade mais interessante é a intergração do iCloud no Finder – que mostra os documentos que você tem armazenados ‘na nuvem’. Pena que o iCloud dê apenas 5 GB de espaço de graça, o que limita sua popularização.

O sistema traz a tecnologia Power Nap, que baixa atualizações de sistema e faz backup de arquivos enquanto o Mac está ‘dormindo’, e o aplicativo Game Center, que permitirá jogar alguns games online com os usuários de iPad. Somando tudo, um upgrade bem razoável – e que irá custar apenas US$ 20.

No iOS 6, a assistente virtual Siri aprendeu novos idiomas (português não, infelizmente) e será integrada a carros de 9 montadoras – que trarão um botãozinho e um dock para encaixar o iPhone no painel.

O sistema também ganhou o Do Not Disturb (não perturbe), que pausa as notificações do iPhone para evitar que ele vibre ou toque durante a noite, o Photo Stream, para compartilhar fotos com amigos, e um aplicativo de correio um pouco mais esperto, que destaca as mensagens das pessoas com quem você mais fala.

Também traz um novo serviço de mapas, criado pela Apple, e descarta o Google Maps. O sistema será liberado para download nos próximos meses.

fonte: Bruno Garattoni


Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email