Diretor do Flamengo diz que quer Dunga como novo técnico

dunga

Jorge Sampaoli é o mais cotado para ser o sucessor de Joel Santana no Flamengo, mas não o único.

Enquanto o atual treinador do Universidad de Chile é um desejo da maior parte da cúpula do futebol e foi procurado pelo clube na última quarta-feira, o diretor de futebol Zinho mantém Dunga na disputa.

O voto do dirigente é pelo ex-técnico da Seleção, companheiro na conquista da Copa do Mundo de 1994 e amigo dele.

Até quarta, Dunga era, de fato, um nome forte para assumir o posto. O treinador serviu de balão de ensaio. Integrantes da cúpula de futebol do Rubro-negro planejaram divulgar a possibilidade de contratá-lo para ter uma ideia da repercussão.

Tendo a imprensa, redes sociais, entre outras manifestações no mundo real e virtual, como termômetro, alguns dirigentes ficaram assustados com o índice de rejeição ao capitão do tetra. Ainda assim, Zinho não desistiu.

O argentino Sampaoli é o preferido de três vice-presidentes. O de finanças, Michel Levy; o de futebol, Paulo Cesar Coutinho, e o de relações externas, Walter Oaquim. Coutinho e Oaquim, aliás, defenderam a contratação de Sampaoli há quase cinco meses, quando Vanderlei Luxemburgo foi demitido e Joel assumiu. O vice-presidente Hélio Paulo Ferraz também é um entusiasta do negócio.

Aos 48 anos, Dunga está sem trabalhar desde a eliminação da Seleção Brasileira para a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010. Apesar da vontade de Zinho, o nome e alguns métodos de trabalho provocam questionamentos internos. Durante o Mundial da África do Sul, a relação do técnico com a imprensa foi de constantes atritos.

Aos 52 anos, fã de Marcelo Bielsa, Sampaoli tem se destacado desde 2011 no Universidad de Chile. Conquistou o título chileno e a Copa Sul-Americana. Na atual temporada, levou La U à semifinal da Libertadores da América, mas acabou eliminado pelo Boca Juniors, da Argentina.

O time dele está na decisão do Torneio Apertura chileno (perdeu a primeira partida para o O’Higgins nesta quinta-feira: 2 a 1).

A maior preocupação é com a adaptação de Sampaoli ao futebol brasileiro. Os treinamentos do técnico têm grande ênfase na parte tática, bem diferentes do dia a dia no Brasil. Além disso, hábitos como fechar grande parte dos treinos para a imprensa poderiam não ser bem aceitos por aqui.

No contato inicial feito pela diretoria rubro-negra, a resposta de Sampaoli foi positiva, mas a negociação só vai poder ser concretizada a partir da próxima terça-feira, dia seguinte ao segundo e decisivo jogo do Apertura.

Enquanto o Flamengo está entre Jorge Sampaoli e Dunga, Joel Santana prepara normalmente a equipe para o próximo jogo do Brasileirão.

No domingo, às 18h30m (de Brasília), no Rubro-Negro recebe o Atlético-GO, no Engenhão, pela sétima rodada. É possível que o técnico comande o time à beira do campo, apesar de estar ciente de que a saída é questão de tempo.

fonte: Janir Júnior e Richard Souza


Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email