CPI decide hoje se convoca Cavendish e Pagot para depor

cpi-cachoeira

A CPI que apura as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com empresários e políticos realiza na manhã desta quinta-feira (5) reunião administrativa para votação de requerimentos.

Entre os mais de 300 pedidos na fila, deverão ser colocados em pauta primeiro os que convocam, para depor, o dono da Delta, Fernando Cavendish, o ex-diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) Luiz Antônio Pagot e o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT).

Cavendish deixou o comando da construtora em meio ao escândalo, após revelação da ligação do ex-diretor da Delta Centro-Oeste Cláudio Abreu com o bicheiro.

As investigações da Polícia Federal apontam ainda que a construtora repassou dinheiro para empresas de fachada ligadas a Cachoeira, supostamete usado para pagamento de propina e caixa dois em campanhas.

O pedido para chamar Pagot foi apresentado após declarações de que teria deixado o Dnit, em meio a uma série de denúncias de irregularidades no ano passado, após pressão do grupo de Cachoeira, que defendia interesses da Delta no órgão.

Em entrevistas, ele também disse que era procurado por diversos partidos para captar, junto a empreiteiras, doações ilegais para campanhas políticas.

Em 14 junho, os mesmos requerimentos para convocar Pagot e Cavendish estavam na pauta de votações, mas acabaram retirados pelo relator, Odair Cunha (PT-MG). Na época, ele disse que as convocações deveriam ser feitas somente após análise da documentação já em poder da CPI.

Já o requerimento para convocação de Raul Filho surgiu após vídeo, revelado pelo Fantástico, em que ele aparece com Cachoeira numa reunião, ainda em 2004, quando concorria à Prefeitura de Palmas.

Na gravação, Cachoeira se dispõe a pagar um show na reta final da campanha; em outro, oferece R$ 150 mil para um assessor.

Na conversa, Raul menciona oportunidades a serem exploradas nas áreas de lixo, transporte e água na capital do Tocantins.

Além desses requerimentos, foram apresentados pedidos para ouvir o próprio Cachoeira, que se recusou a falar na primeira vez que esteve na CPI, em maio.

Um deles, do deputado Luiz Pitiman (PMDB-DF), propõe que três integrantes da comissão visitem Cachoeira no presídio da Papuda, onde está encarcerado desde 18 de abril, após um período de dois meses preso em Mossoró (RN).

No último domingo (1º), em entrevista ao programa Fantástico, a mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça, disse que Cachoeira “talvez” poderia falar sobre políticos que se relacionavam com ele.

fonte: G1


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email