Receita confirma erro na consulta ao segundo lote do IR

erro-consulta-receita

O supervisor nacional do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, confirmou nesta terça-feira (10), dia em que foi aberto o maior lote de consultas do IR da história, que a página do órgão na internet está lenta ou apresenta erros.

Segundo ele, parte dos contribuintes não está conseguindo fazer a consulta. Logo após inserir o CPF e o cógido pedido, aparece a indicação de problemas. Algumas pessoas, inclusive, estão tendo dificuldades em acessar a própria página do Fisco, antes mesmo de fazer a consulta.

“A demanda está muito grande. São milhões tentando consultar ao mesmo tempo. Mas já estamos tomando as providências e o problema será resolvido rapidinho”, informou Joaquim Adir, da Receita Federal, ao G1.

Maior lote da história
Desde as 9h desta terça-feira, estão abertas as consultas ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2012, ano-base 2011, que podem ser feitas por meio do site da Receita na internet ou pelo telefone 146. O contribuinte poderá sacar o valor da restituição a partir da próxima segunda, de 16 de julho.

O lote aberto nesta terça para consultas pagará R$ 2,6 bilhões a 2,46 milhões de contribuintes, segundo o Fisco. As restituições são relativas ao segundo de restituição do IR de 2012 (R$ 2,52 bilhões para 2,43 milhões de contribuintes) e aos lotes residuais de 2011, 2010, 2009 e 2008.

Com a liberação, a Receita Federal superou o recorde anterior, de R$ 2,5 bilhões, pago em junho deste ano para 1,88 milhão de contribuintes. Ao todo, são sete lotes de restituição, entre junho e dezembro de cada ano.

Idosos e quem enviou declaração até o fim de março
O governo informou ainda que, com a liberação do segundo lote do IR deste ano, terá pago, em junho e julho, R$ 5,1 bilhões.

O valor abrange todas as restituições do IR 2012 sem pendências, as dos contribuintes beneficiados pelo estatuto do idoso, e também a de todos contribuintes que enviaram a declaração em março deste ano sem erros nem omissões.

A declaração podia ser entregue até o fim de abril. Em 2012, 25,2 milhões de pessoas declararam.

O pagamento dos dois primeiros lotes deste ano supera em R$ 1,1 bilhão, ou 27,5%, os valores pagos em igual período de 2011.

“Não tem nada a ver [com a crise]. Estamos tentando liberar o quanto antes. Tendo dinheiro, a gente libera”, disse Adir.

Segundo ele, os valores liberados em junho e julho representam 37% do que deverá ser pago em todo ano de 2012 (quase R$ 14 bilhões).

Processo de autorregularização
O Fisco lembra que os contribuintes já podem saber se há inconsistências em suas declarações do IR deste ano e se, por isso, caíram na malha fina – ou seja, tiveram seu IR retido para verificações.

As informações estão disponíveis por meio do extrato da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de 2012, disponível no portal e-CAC da Receita Federal. Para acessar é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

De acordo com a Receita, o acesso dos contribuintes ao extrato também permite conferir se as cotas do IRPF estão sendo quitadas corretamente; solicitar, alterar ou cancelar débito automático das quotas, além de identificar e parcelar eventuais débitos em atraso, entre outros serviços.

fonte: Alexandro Martello


Tags: , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email