Manifestantes invadem embaixada dos EUA no Iêmen

embaixada-iemen-manifestantes

Centenas de manifestantes invadiram o complexo onde fica a embaixada dos Estados Unidos em Sanaa, capital do Iêmen, nesta quinta-feira (13), em protesto contra um filme considerado blasfemo para o Islã e que vem gerando reações violentas em vários países muçulmanos -na mais grave delas, quatro diplomatas americanos foram mortos na Líbia.

Seguranças do edifício tentaram conter o protesto em Sanaa e chegaram a atirar para o alto.

Os manifestantes atearam fogo em carros estacionados no complexo.

Testemunhas disseram que os manifestantes quebraram janelas de imóveis vizinhos ao da embaixada dos EUA antes de derrubarem o portão principal do prédio americano.

Não houve feridos, segundo as autoridades iemenitas.

Egito
No Egito, novos confrontos em frente à embaixada americana, no Cairo, deixaram 13 feridos.
O presidente egípcio, o islamita Mohamed Morsi, criticou as ofensas ao profeta, mas pediu o fim da violência.

Quatro diplomatas mortos
Na quarta-feira (12), um ataque ao prédio do consulado dos EUA em Benghazi, na Líbia, matou quatro pessoas, entre elas o embaixador Chris Stevens.

Nesta quarta, os EUA anunciaram o envio à costa da Líbia de dois destróieres e uma equipe de fuzileiros especializada na luta antiterrorista.

Antes do ataque, o prédio americano foi cercado por manifestantes que protestavam contra o filme “Innocence of Muslims” (“A inocência dos Muçulmanos”), dirigido e produzido por Sam Bacile, que seria o pseudônimo de um israelense-americano que afirma que o Islã é “uma religião do ódio” e um “câncer”.

fonte: G1


Tags: , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email