Conheça os preços do novo Hyundai HB20

hb20-hyundai

A Hyundai do Brasil lançou nesta quarta-feira (12), em Comandatuba (BA), o HB20, seu primeiro carro “popular” no país e o primeiro fabricado em solo nacional do começo ao fim.

Nesta quinta-feira (13), a montadora divulgou todos os preços das versões e os itens dos pacotes e revelou que a versão aventureira do modelo será lançada em janeiro e a sedã estreia em março do ano que vem.

Confira todos os preços do HB20

1.0 Comfort: R$ 31.995
1.0 Comfort Plus: R$ 33.995
1.0 Comfort Style: R$ 37.995

1.6 Comfort: R$ 36.995
1.6 Comfort Plus: R$ 38.995
1.6 Comfort Style: R$ 42.995
1.6 Comfort Style Automático: R$ 45.995
1.6 Premium Manual: R$ 44.995
1.6 Premium Automática: R$ 47.995

Os carros chegam às lojas a partir do dia 10 de outubro e, por isso, a Hyundai torce para que o desconto do Imposto Sobre Produtos Industrializado (IPI) seja prorrogado para além do 31 de outubro, data quando, “teoricamente”, o benefício acaba.

“Rezamos para que o desconto do IPI seja prorrogado, e prorrogado, e prorrogado…”, ressalta o Presidente da Hyundai Brasil, Chang Kyun Han.

A versão 1.0 Comfort, de R$ 31.995, vem de série com faróis com máscara negra, spoiler, ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, computador de bordo e ajuste de altura para o banco do motorista.

A opção 1.0 Comfort Plus vem ainda com alarme e fechamento automático das portas, vidros elétricos “one touch” e desembaçador. Já o 1.0 Comfort Style acrescenta freios ABS, faróis de eblina, regulagem de altura e profundidade no volante e repetidor de seta.

O 1.6 Comfort e 1.6 Comfort Plus trazem ainda sistema de freios ABS com EBD de série, fora os equipamentos equivalentes aos das versões com motor 1.0. O 1.6 Comfort Style traz sistema de áudio com MP3/USB/AUX e comandos no volante, fora câmbio manual ou automático.

As versões Premium (manual e automática), topo de linha, vêm com todos os itens das outas opções e acrescenta painel em duas tonalidades, tecido cinza claro nos bancos, volante em couro, farol com moldura cromada, rodas alumínio de 15 polegadas e sistema de áudio.

Segundo a Hyundai, o o foco no primeiro momento será nas vendas das versões 1.6, cuja procura tem crescido. Mas, proporcionalmente, deverão ser fabricados mais 1.0.

Entre os itens opcionais estão sensor de estacionamento, faróis de neblina e acendimento automático dos faróis. Nos modelos 1.0, o sistema ABS com EBD entra como item opcional. Aqueles que queiram adquirir o sistema de áudio da Hyundai terãi de desembolsar R$ 995.

Em relação à pintura, a montadora oferece sem custo adicional as cores sólidas vermelho, branco e preto.

As metálicas prata e cinza saem por R$ 1.045, enquanto as perolizadas azul, marrom e preto “phantom”, por R$ 1.245.

Garantia, seguro e manutenção
A garantia é de 5 anos, sem limite de quilometragem, segundo a Hyundai. Os valores das revisões não foram divulgados, no entanto, a montadora oferecerá o serviço com mão de obra gratuita nos 10.000 km e 20.000 km.

Na revisão, a tabela de preços de peças valerá para todo o Brasil e a hora de mão de obra custará R$ 150.

O Seguro Auto Hyundai oferecerá cobertura a preços fixos, independentemente do perfil do motorista. Assim, pela seguradora do grupo, o HB20 1.0 terá apólice no valor de R$ 1.300, enquanto o 1.6, de R$ 1.600.

Concessionárias independentes
A produção nacional da sul-coreana Hyundai será parcialmente desvinculada do Grupo Caoa, que ficará responsável pela produção local de comerciais leves, como o Tucson, e pela importação dos outros modelos.

Por causa disso, a Hyundai vai construir uma rede de concessionárias totalmente nova e com identidade visual diferenciada: pórtico cinza para as lojas de importados e azul para a HMB, nome da loja que venderá os carros brasileiros.

Porém, Grupo Caoa também terá algumas concessionárias HMB, onde venderá exclusivamente carros brasileiros da Hyundai.

Segundo a Hyundai, em setembro abrirão 156 lojas, sendo 73 no Sudeste, 34 no Sul, 23 no Nordeste, 16 no Centro-Oeste e 10 no Norte. Até março de 2013, o objetivo é chegar a 200 pontos de vendas da HMB. “Queremos ser a montadora mais amada do Brasil”, diz o Presidente da Hyundai Brasil.

Questionado sobre possíveis dificuldades para os clientes entenderem os dois canais diferentes de vendas, Chang Kyun Han afirma que a montadora está confiante.”Vamos ter muito sucesso com essa estratégia.”

Feito em Piracicaba
A fábrica de Piracicaba começa as atividades neste mês e o hatch deverá chegar às lojas em outubro, a tempo de ser a principal atração no estande da montadora durante o Salão de São Paulo, que ocorre no fim daquele mês.

O hatch chega com os motores 1.0 12 válvulas, de 3 cilindros, 80 cv e 10,2 kgfm de torque — 85% do torque está disponível até 2.000 rpm —, e 1.6 16V, com 128 cv e 16,5 kgfm de torque. Ambos são bicombustíveis, construídos em alumínio e com comando de válvulas variável.

O propulsor de maior capacidade é o mesmo bloco que há sob o capô do Kia Soul e do Kia Cerato, enquanto o 1.0 é o mesmo do Kia Picanto.

Em julho, a Hyundai revelou que a meta é vender 25 mil unidades do HB20 até o fim do ano. Haverá pré-venda logo no começo de outubro, com o carro já à mostra nas lojas.

A montadora sul-coreana acredita que a versão 1.6 deverá ter mais saída, baseando-se na constante queda da participação de motores 1.0 no mercado, vista nos últimos anos.

O fruto brasileiro, desenhado na Coreia do Sul, foi sendo revelado aos poucos. Primeiro a montadora anunciou a fábrica e começou-se a ouvir falar do “projeto HB”, de Hyundai Brasil. Ele daria origem a um hatch, um sedã e a um tipo de “utilitário”, disse a montadora, em março.

Naquele mês, o internauta Diego Bezerra de França enviou ao VC no AutoEsporte as fotos do flagra do hatch rodando em João Pessoa.

Em julho, as portas da fábrica foram abertas para uma breve visita da imprensa. Foi possível andar no carro já em sua versão final, mas ainda escondido sobre lonas, percorrendo um pequeno e plano circuito dentro da fábrica. Não foi permitido fotografar o interior.

Na mesma ocasião, a Hyundai anunciou o nome HB20, sendo o número referente à plataforma da qual o carro é originário, e divulgou as primeiras fotos do modelo, os chamados teasers, mostrando apenas algumas partes que anunciavam que o carro de entrada teria, sim, as linhas que fizeram a fama da empresa no Brasil.

A Hyundai diz que o automóvel foi criado a partir do “futuro i20”, que ainda não foi lançado e se volta ao mercado europeu. Mas o HB20, diz a empresa, é um carro totalmente voltado para o consumidor brasileiro -apesar de ter sido inteiramente projetado na Coreia do Sul.

A empresa diz que focou na resistência do carro, pensando nas condições de pavimentos do país, e o pacote de opcionais também foi pensado para o público nacional.

No Salão, além do hatch, a Hyundai exibirá um protótipo do “SUV looking”, que nada mais é do que a versão “cross” do HB20. Ela deverá ser produzida somente em 2013, juntamente com um sedã.

Para esquentar a briga
Apesar de o segmento de carros de entrada ser bastante concorrido, a empresa mirou principalmente no Volkswagen Gol, o carro mais vendido no país há 25 anos.

Foi ele o automóvel citado quando em julho, quando os executivos foram questionados sobre em qual faixa de preço, entre as dos concorrentes, o HB20 se encaixaria.

O Gol, que acaba de passar por uma reestilização, é vendido a partir de R$ 27.990.

fonte: Luciana de Oliveira, G1


Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email