Fisioterapeuta diz que estreia de Ganso pelo SPFC pode ficar para ano que vem

ganso-tratamento-ct-spfc

A chegada de Ganso causou muito entusiamo ao torcedor do São Paulo. Mas pode ser que o meia não entre em campo para defender o novo clube ainda em 2012.

Em recuperação de uma lesão na transição da região miotendínea proximal do tendão reto femoral da coxa esquerda, o jogador só será liberado para os departamentos físico e técnico quando estiver 100% curado. Quem afirma é o fisioterapeuta Luiz Rosan, responsável pelo Reffis.

Com isso, Ganso não deve enfrentar a LDU de Loja no dia 24 de outubro, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, como esperava o técnico Ney Franco. E nem atuar pelo Tricolor neste Brasileiro.

– O nosso objetivo é que o Ganso jogue ainda este ano, mas não posso afirmar categoricamente que isto irá acontecer.

A diretoria nos deu ampla liberdade para recuperar o atleta sem pressa, e se não der para ele jogar este ano não será problema algum. Mas a nossa meta é para que ele volte nesta temporada – explicou Rosan, em entrevista à “Rádio Globo”, admitindo que a estreia do meia pode ser apenas em 2013.

Rosan justificou ainda que, pelo histórico de lesões de Ganso e pelo fato de os profissionais tricolores não conhecerem as reações do jogador, é preciso ter cautela. Ele ressaltou também que a coxa direita do atleta apresentou sinais de atrofia e está sendo recuperada.

– É precipitado fazer qualquer projeção, pois o Ganso está conosco há apenas uma semana. Além da lesão, tratamos também a perna direita, que está atrofiada. Assim que a lesão na coxa esquerda estiver totalmente cicatrizada, ela vai passar por um processo de fortalecimento muscular e será comparada à outra coxa.

Quando ele não tiver dor e estiver equilibrado, será entregue ao departamento físico e técnico, que dirá quando ele poderá estrear. A partir do momento em que o cara entra no campo, ele é que vai dizer se está bem.

Se fosse um atleta que já conhecemos seria mais fácil precisar. Mas eu prefiro ter cautela, pois o histórico de lesões dele é acentuado – acrescentou o fisioterapeuta.

Rosan, aliás, ficou bastante animado ao ver que Ganso abriu mão de um compromisso com um dos patrocinadores, na última segunda-feira, para ficar fazendo fisioterapia.

A rotina diária dele começa às 9h, com tratamento para a coxa esquerda e segue à tarde com o trabalho de fortalecimento da perna direita.

À noite o jogador ainda vai para casa com um aparelho que promove relaxamento muscular. Tudo isso sem dias de folga.

– Em uma primeira reunião coloquei que era extremamente importante que ele se dedicasse aos tratamentos para voltar ao futebol. Se ele não passar pelo processo intensivo terá dificuldades. E percebi algo que foi uma surpresa.

Na segunda-feira ele tinha compromissos comerciais importantes. Mas disse que pediria para adiar ou marcar para um período que não atrapalhasse o tratamento.

Isso é surpreendente em um atleta, pois geralmente eles cumprem os compromissos comerciais.

Percebo ele muito motivado, com uma ânsia grande de voltar a jogar – elogiou Rosan.

fonte: GLOBOESPORTE.COM


Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email