Reino Unido registra 3 casos de zika vírus

Mosquito transmissor do Zika Vírus

Mosquito transmissor do Zika Vírus

Agência de saúde britânica informa que a infecção de três pessoas ocorreu em viagens para Colômbia, Suriname e Guiana

A agência de saúde pública da Inglaterra (Public Health England) registrou nesta semana a ocorrência de três casos de cidadãos do Reino Unido contaminados pelo zika vírus. Segundo comunicado, o contágio não ocorreu no Reino Unido, mas estão associados a viagens para a Colômbia, Suriname e Guiana (todos na América do Sul).

O Ministério da Saúde na Colômbia recomendou no começo desta semana que casais evitem engravidar pelos próximos seis meses, em função do aumento no número de casos do vírus zika no país. A Colômbia detectou mais de 13 mil casos confirmados de zika, mas não há informações sobre ocorrências de microcefalia em bebês que possam ter relação com o vírus.

O Departamento de Saúde de Nova Iorque (Estados Unidos) informou que três pessoas apresentaram exames com resultado positivo para zika vírus. As três viajaram para regiões onde a doença está se alastrando, porém as autoridades não especificaram quais.

Segundo dados da agência de saúde pública da Inglaterra, os primeiros surtos de infecção pelo zika vírus foram registrados, em 1940, na África e Ásia. Em 2007, houve um surto foi registrado em pequenas ilhas no Pacífico Ocidental (na região da Oceania) e, em 2013, na Polinésia Francesa (também no Pacífico). Em maio de 2015, a região nordeste do Brasil registrou o primeiro caso de infecção. Entre novembro de 2015 e janeiro de 2016, a transmissão do vírus foi detectado em 14 novos países e territórios.

Ao contrário da dengue e da febre chikungunya, a infecção pelo zika vírus, também transmitida pelo Aedes aegypti, não tem notificação obrigatória no Brasil, já que 80% dos casos não apresentam sintomas.

Dessa forma, o Ministério da Saúde não tem registro do número de casos em 2015. Entretanto, o boletim epidemiológico revela que, em 2015, o vírus foi transmitido em 19 Estados. Em 2016, o Distrito Federal foi a 20ª unidade da Federação a entrar nesta lista.

A princípio, o zika era considerado o vírus mais brando entre os três transmitidos pelo Aedes aegypti. Porém, em novembro do ano passado, o Ministério da Saúde confirmou que, quando uma gestante é infectada pelo vírus, ela pode gerar uma criança com microcefalia, uma malformação irreversível.

Fonte: Ig Vigilante

 


Tags: , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email