Império de Casa Verde é a grande campeã do carnaval de São Paulo

Império da Casa Verde é a Campeã Paulista do Carnaval

Império da Casa Verde é a Campeã Paulista do Carnaval

Escola levou título em cima da Mocidade Alegre por questão de décimos

A apuração do desfile das escolas de samba paulistanas aconteceu na tarde dessa terça-feira (9) e declarou a Império de Casa Verde como a grande campeã de 2016.

Com uma pontuação quase perfeita – 269,4 de 270 – a Império conquistou os jurados com seu enredo “Império dos Mistérios”.

A fantasia seria o primeiro critério para desempate, mas não foi necessário, uma vez que a escola terminou 3 décimos na frente da segunda colocada, a Mocidade Alegre, que somou 269,1.

As duas escolas com a menor pontuação, Pérola Negra e X-9 Paulistana, foram rebaixadas para o grupo de acesso do carnaval paulista.

Apuração

Até metade da apuração, a Mocidade Alegre vinha como favorita, somando 120 dos 120 pontos possíveis. Mas depois do quesito “Evolução”, com discussão e notas baixas, a Dragões da Real avançou e empatou em primeiro lugar com 149,5 pontos dos 150 já anunciados. A Império da Casa Verde chegou a ficar em segundo com 149,4.

No quesito seguinte, “Bateria”, a Império e a Dragões passaram a frente e chegaram a primeiro e segundo lugar, respectivamente, com 179,4 e 179,3 pontos, de 180 possíveis.

Depois de confusão também no quesito “Harmonia” – com direito a um representante da Vila Maria sendo algemado e preso pela polícia civil – a Mocidade Alegre conseguiu superar a Dragões e chegar ao segundo lugar, apenas dois décimos atrás da Império de Casa Verde: 209,4 a 209,2.

O último quesito, “Fantasia”, foi equilibrado para as duas, mas não foi suficiente para a Mocidade retomar a liderança e a Império de Casa Verde foi a grande campeã, 10 anos depois de seu último título, em 2006.

Problemas nos desfiles

Os desfiles das escolas de samba de São Paulo, nos dias 5 e 6 de fevereiro, tiveram momentos de muita glória, mas também de muita dificuldade para algumas escolas.
Logo a primeira, a Unidos do Peruche, viu uma de suas integrantes ser retirada da avenida e expulsa do Anhembi após tirar a fantasia e jogá-la no chão em protesto por não ter sido permitida de usar um tapa-sexo com o rosto da presidente Dilma Rousseff.

Já a X-9 Paulistana, última a desfilar no sábado (6), teve problemas com o carro da comissão de frente e um de seus integrantes caiu de um dos carros, que teve de ser desmontado para não entrar sem um componente na avenida.

Fonte:Ig São Paulo/Carnaval/Escola de Samba


Tags: , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email