Manchester United é campeão do Mundial de Clubes

Um gol de Wayne Rooney na metade do segundo tempo deu ao Manchester United, da Inglaterra, a vitória sobre o LDU, do Equador, na final do Mundial de Clubes da Fifa. Mesmo atuaram com um jogador a menos em quase todo o segundo tempo, após a expulsão de Vidic,a equipe britânica confirmou seu favoritismo na cidade de Yokohama, no Japão.

manchester-united

Com a taça, os Diabos Vermelhos chegaram ao título de melhor do mundo pela segunda vez, nove anos depois da primeira conquista, quando venceram o Palmeiras na antiga Copa Intercontinental.

Os primeiros 45 minutos foram dominados pelo Manchester United. Com quase 70% da posse de bola e seqüências de toques rápidos, o time britânico não deixava os equatorianos trocarem mais de três passes sem serem incomodados. Mas quem quase ficou perto de marcar no início foi a LDU, que tentava conquistar seu primeiro mundial.

Logo aos três minutos, Manso cruzou para a área e Campos, na cara de Van der Sar, escorou para fora. A partir daí, o que se viu foi um passeio britânico. Com ótimos lançamentos de Carrick e Anderson, os jogadores comandados pelo técnico Alex Ferguson chegavam com muita facilidade à área adversária.

Aos nove e aos 14 minutos, Rooney obrigou Cevallos a fazer lindas defesas com chutes fortes da entrada da área. Aos 18, após cabeçada de Tevez, o goleiro sul-americano operou verdadeiro milagre.

Quando chegava pelas pontas, principalmente com Cristiano Ronaldo, os ingleses ficavam próximos de marcar. Se não fossem mais três ótimas defesas de Cevallos e um lance bizarro de Park, que perdeu gol feito aos 44 minutos, o marcador não apontaria um 0 a 0 ao final do primeiro tempo.

Nemanja Vidic recebe cartão vermelho – Reuters

No segundo tempo, logo aos quatro minutos, o zagueiro Vidic acertou uma cotovelada em Bieler, fora do lance, e foi merecidamente expulso. Sir Alex Ferguson sacou então o atacante Tevez e colocou o zagueiro Evans para recompor a defesa.

Com a marcação um pouco mais adiantada, os sul-americanos tentaram ameaçar, mas justamente quando subiam de produção, os ingleses conseguiram abrir o placar. Aos 27 minutos, Cristiano Ronaldo dominou na entrada da área, iludiu dois zagueiros e serviu Rooney. Com muita categoria, o inglês colocou no canto esquerdo de Cevallos, que nada pôde fazer.

Aos 44 minutos do segundo tempo, um chutaço de Manso chegou a deixar os equatorianos perto do empate. Contudo, o holandês Van der Sar fez mais um milagre e garantiu a vitória inglesa.

O Manchester United chegou à final do Mundial de Clubes depois de vencer a Copa dos Campões. Já a LDU disputou a partida por ter conquistado a Copa Libertadores sobre o Fluminense.

FICHA TÉCNICA:

LDU (EQU) 0 X 1 MANCHESTER UNITED (ING)

Estádio: Estádio Internacional de Yokohama, Yokohama (JAP)Data/hora: 21/12/2008 – 8h30 (de Brasília)

Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)Auxiliares: Abdukhamidullo Rasulov (UZB) e Bahadyr Kochkorov (UZB)

Cartões amarelos: Cevallos, Campos, Bieler, Calle, Willam Araújo (LDU); Anderson (MAN)Cartões vermelhos: Vidic, 3’/2ºT (MAN)

GOLS: Rooney, 27’/2ºT (0-1)

LDU: Cevallos, Campos, Calle (Ambrosi, 30’/2ºT) e Norberto Araújo; Reasco (Larrea, 37’/2ºT), Urrutia, Willam Araújo, Bolaños (Navia, 41’/2ºT), Manso e Calderón; Bieler. Técnico: Edgardo Bauza.

MANCHESTER UNITED: Van der Sar, Rafael (Gary Neville, 39’/2ºT), Ferdinand, Vidic e Evra; Carrick, Anderson (Fletcher, 41’/2ºT) e Park; Cristiano Ronaldo, Rooney e Tevez (Evans, 6’/2ºT). Técnico: Alex Ferguson


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email