Pedidos de prisões não causam “nenhum constrangimento” ao governo, diz ministro

Pedidos de prisões não causam "nenhum constrangimento" ao governo, diz ministro

Pedidos de prisões não causam “nenhum constrangimento” ao governo, diz ministro

Chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima evitou comentários e afirmou que não tinha “nenhuma avaliação”

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, evitou comentar os pedidos de prisão de caciques peemedebistas feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ao deixar reunião com líderes da Câmara, Geddel afirmou que não tinha “nenhuma avaliação” e que os pedidos não causavam “nenhum constrangimento”.

Janot pediu ao STF a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do senador e ex-ministro do Planejamento de Temer, Romero Jucá (PMDB-RR), e do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) por tentativa de barrar a Operação Lava Jato.
Questionado sobre a situação de Jucá, que deixou o ministério do Planejamento para dar esclarecimentos afirmando que voltaria ao governo, Geddel disse que “não acha nada”. “Estou aguardando os desdobramentos dos acontecimentos para eu poder achar alguma coisa”, disse.

A postura de Geddel é semelhante a do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que mais cedo evitou comentar o assunto. “Em um outro momento, talvez (comente os pedidos). Agora, aqui, Olimpíada. Só quem pode responder é o Dr. Janot, ele sabe porque fez, o que fez, o que escreveu e o que pediu. Eu não sei nada”, disse, após coordenar reunião ministerial para tratar dos Jogos Olímpicos. Questionado sobre as implicações dos pedidos para o governo, Padilha respondeu: “Não sei nada, absolutamente nada.”

Fonte: Último Segundo/Política/Estadão


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email