Alemanha aponta 17 membros do Estado Islâmico que se disfarçaram de refugiados

Alemanha aponta 17 membros do Estado Islâmico que se disfarçaram de refugiados

Alemanha aponta 17 membros do Estado Islâmico que se disfarçaram de refugiados

De acordo com o chefe do Escritório Federal para a Proteção da Constituição alemão, a maioria deles está morta ou presa

O serviço de inteligência da Alemanha identificou 17 membros do Estado Islâmico que entraram no país disfarçados de refugiados. De acordo com o chefe do Escritório Federal para a Proteção da Constituição alemão, Hans-Georg Maassen, a maioria deles está morta ou presa.

“A maior ameaça na Alemanha é o terrorismo islâmico”, afirmou Maassen, que não descartou a possibilidade de que um ataque similar ao ocorrido na Turquia esta semana aconteça em seu país.

Segundo Maassen, enviar soldados para a Alemanha sob disfarce de refugiados não é a maneira mais prática do Estado Islâmico de arquitetar um ataque na Europa. “Mais do que tudo, é para mostrar poder. É um sinal de força política”, disse.

Maassen também afirmou que para rastrear quem está escondido em meio aos refugiados é importante brecar os terroristas “de casa” especialmente jovens que se tornaram radicais por meio de seitas extremistas do Islã.

Desde o ano passado, a Alemanha já recebeu mais de 1,2 milhão de imigrantes, sendo que muitos deles vieram da Turquia sem documentos e sem checagem completa de antecedentes. No mês passado, a polícia alemã prendeu três membros de um braço terrorista que planejavam um ataque a Dusseldorf. Dois deles viviam em um dos centros de refugiados do país. Fonte: Dow Jones Newswires.
Fonte: Último Segundo/Mundo/Estadão


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email