Anac lamenta filas e pede “colaboração dos passageiros”

Anac lamenta filas e pede "colaboração dos passageiros"

Anac lamenta filas e pede “colaboração dos passageiros”

Agência recomenda que passageiros cheguem ao aeroporto com duas horas de antecedência; novas regras provocam filas em terminais de todo o País

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou nota lamentando os transtornos verificados nesta segunda-feira (18) em alguns aeroportos do País em função do início dos novos procedimentos de inspeção de segurança de passageiros e bagagens para embarque em voos domésticos. O órgão regulador pede a compreensão dos passageiros impactados, ressaltando que a adoção das medidas tem como objetivo “zelar pela segurança de todos os passageiros e seus familiares no transporte aéreo brasileiro”.
Os novos procedimentos implementados pela Anac nesta segunda-feira para os voos domésticos incluem a revista de passageiros para o acesso às áreas restritas dos aeroportos (de embarque, pista e aeronaves) e a inspeção de bagagens, o que gerou filas e discussões entre passageiros em alguns dos aeroportos de maior movimento do País, como o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo.
Em nota, a agência recomenda que, para agilizar o embarque e evitar transtornos, os passageiros cheguem ao embarque com duas horas de antecedência e sugere que notebooks, cintos, relógios e outros objetos metálicos sejam retirados antecipadamente da bagagem de mão, antes da passagem pelo pórtico de raio-X.

“Nesse período de férias e com a proximidade dos Jogos Olímpicos a demanda pelo transporte aéreo naturalmente aumentará, o que exige organização maior dos operadores aeroportuários e companhias aéreas e a colaboração dos passageiros”, diz a nota.
Uma das determinações da Anac para as novas normas de segurança é a de que todo passageiro de voo doméstico – incluindo crianças – poderá passar por revista física feita por um agente do mesmo sexo. O exame poderá ser feito de forma aleatória em local público ou reservado, a decisão fica a critério do passageiro e dos agentes de segurança, e com a presença de uma testemunha. Se o passageiro se recusar, o embarque no voo poderá ser proibido.

Transtornos

Um dos aeroportos mais afetados pelas novas regras de segurança foi o Santos Dumont, no Rio de Janeiro – cidade que sediará os Jogos Olímpicos daqui a 18 dias. As mudanças provocaram filas de passageiros logo no início da manhã, entre 6h e 7h30, horário considerado de pico no aeroporto.

As duas filas organizadas pelos agentes da Infraero – uma delas só para embarque imediato – deram voltas no saguão. Houve discussão entre passageiros quando alguns entraram na fila errada. De acordo com a Infraero, neste período, 3.600 passageiros embarcaram.

Fonte: Último Segundo/Brasil/Com informações do Estadão Conteúdo


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email