Ministros minimizam “Fora Temer” em desfile com presença do presidente

Ministros minimizam "Fora Temer" em desfile com presença do presidente

Ministros minimizam “Fora Temer” em desfile com presença do presidente

No desfile do 7 de setembro, dezenas de pessoas vaiaram e gritaram palavras de ordem contra presidente, interrompendo cerimonial nesta quarta-feira

Os ministros Eliseu Padilha, Chefe da Casa Civil da Presidência da República, e o secretário-geral da Presidência da República, ministro Geddel Vieira Lima, minimizaram os protestos registrados nesta quarta-feira (07) na Esplanada dos Ministérios onde foi realizado o desfile de 7 de setembro com a presença do presidente Michel Temer.
Após o encerramento do cerimonial, os ministros falaram à imprensa sobre as vaias e os gritos de ordem contra o presidente. O ministro Geddel Vieira Lima afirmou que achou “tudo bem”, uma vez que houve aplausos de pessoas com a bandeira do Brasil e bandeiras verde e amarela. “Vocês não perguntam isso. Perguntam sobre o Fora Temer”, protestou o ministro.
Já Eliseu Padilha, ao ser questionado se havia sido surpreendido pelas manifestações, afirmou: “vocês já viram ouvir falar em uma democracia em que não haja liberdade de manifestação?”
O ministro disse, ainda, que não ficou surpreso com o protesto. “A mim, [o protesto] não me surpreendeu. A dimensão é de 18 pessoas em 18 mil. Acho que está boa [a dimensão]”.
+ Público lota arquibancadas no desfile de 7 de setembro em Brasília
Durante o cerimonial, dezenas de pessoas vaiaram e começaram a gritar “Fora, Temer” por diversas vezes, antes e depois da execução do Hino Nacional, o que, inclusive, chegou a interromper o cerimonial do evento por mais de um minuto. Os manifestantes estavam sentados em uma arquibancada localizada na diagonal da tribuna reservada ao presidente, praticamente na frente de outro espaço onde estão posicionados diplomatas e demais autoridades.
Um dos manifestantes abriu uma pequena faixa com os dizeres: “Não aceitamos governo ilegítimo”. Em menor número, um grupo de pessoas na mesma arquibancada se opôs ao protesto, levantando pequenas bandeiras do Brasil e dizendo: “A nossa bandeira jamais será vermelha”.
Fonte: Último Segundo/Política/EBC Agência Brasil


Tags: , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email