Temer diz que alto índice de abstenção é recado dos eleitores aos políticos

Temer diz que alto índice de abstenção é recado dos eleitores aos políticos

Temer diz que alto índice de abstenção é recado dos eleitores aos políticos

Quase 17,58% do eleitorado não compareceu às urnas; presidente disse que políticos e partidos devem reformular “eventuais costumes inadequados”

O presidente Michel Temer – que está em visita à Argentina nesta segunda-feira (3) – disse que o alto índice de abstenções nas eleições municipais do último domingo (2) é um recado da população para a classe política brasileira. Segundo ele, o recado dos eleitores precisa ser assimilado para que políticos e partidos reformulem “eventuais costumes inadequados” da política brasileira.
“Há uma decepção, sem dúvida nenhuma, com a classe política em geral. Não se pode particularizar o partido A ou B. Temos 35 partidos no País. Quase todos eles com candidatos às prefeituras municipais. Mesmo assim, a abstenção foi realmente muito significativa”, disse Michel Temer durante encontro com o presidente argentino, Maurício Macri.
Publicidade

“É uma mensagem, um recado que se dá à classe política brasileira para que reformule eventuais costumes inadequados”, acrescentou Temer que, depois do almoço com o presidente Macri, segue para o Paraguai, onde jantará com o presidente Horácio Cartes.
Abstenção
A Justiça Eleitoral registrou no primeiro turno das eleições municipais abstenção de aproximadamente 17,58% do eleitorado. O número corresponde a 25.073.027 eleitores que deixaram de comparecer às urnas. O total de eleitores aptos a votar foi de 144 milhões.

Na avaliação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, o índice de abstenção registrado no pleito deste ano é baixo em relação às eleições presidenciais de 2014, quando a ausência foi de cerca de 20% dos eleitores. Nas eleições municipais de 2012, 16,41% do eleitorado não votou.
Durante coletiva para divulgar à imprensa o balanço final dos dados sobre o primeiro turno, Mendes considerou que os dados sobre votos brancos e nulos não são relevantes, por não indicaram mudanças no comportamento do eleitor em relação às votações anteriores. Segundo o presidente, a preferência do eleitor por votar em branco e mais um “voto de desinformação do que de protesto”.
O presidente Michel Temer ressaltou ainda que, apesar da constatação, as eleições municipais representam um exercício democrático: “Acho que foi um recado dado pelas urnas em dois vetores. O primeiro é: cuidem-se aqueles que estão na classe política. Por outro lado, temos de festejar a democracia que se produziu ao longo do tempo e que foi exercitada nas eleições de ontem”, completou.

Fonte: Último Segundo/Eleições/EBC Agência Brasil


Tags: , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email