Temer diz que vitória de Trump não muda relação do Brasil com os EUA

Temer diz que vitória de Trump não muda relação do Brasil com os EUA

Temer diz que vitória de Trump não muda relação do Brasil com os EUA

“Tenho certeza que não muda nada”, disse o presidente brasileiro; ainda nesta quarta, Temer deve ligar para Trump para parabenizá-lo pela vitória

O presidente Michel Temer afirmou, nesta quarta-feira (9), após a vitória do magnata Donald Trump, eleito presidente dos Estados Unidos pelo Partido Republicano durante a madrugada, que a relação do Brasil com o governo norte-americano não mudará. Temer também parabenizou o candidato republicano pelos resultados eleitorais.
“A relação do Brasil com os Estados Unidos é institucional. Temos uma tradição, tanto os Estados Unidos quanto o Brasil. Quando alguém assume o poder, onde as instituições são fortíssimas, o presidente tem que levar em conta a vontade da população”, afirmou Temer, em entrevista à rádio italiana Itatiaia.
“Tenho certeza que [a relação do Brasil com os Estados Unidos] vai muito bem, não muda nada”, finalizou o presidente brasileiro, que não havia declarado apoio explícito nem ao republicano e nem à democrata.

Ainda nesta quarta-feira, Temer deve ligar para Trump para parabenizá-lo pela vitória. As informações são da assessoria de imprensa do Palácio do Planalto.
Ainda de acordo com a assessoria, o presidente considerou o primeiro discurso de Trump equilibrado.
Discurso da vitória
Em seu primeiro discurso após ser eleito, o magnata Donald Trump disse que é hora de curar as divisões deixadas pela campanha eleitoral e buscar consensos.
Em um discurso para simpatizantes em um hotel de Nova York, Donald Trump também elogiou a candidata derrotada, a democrata Hillary Clinton, pelo serviço prestado ao país e disse ter recebido um telefonema dela para parabenizá-lo pela vitória.
“É hora de nos juntarmos como um povo unido”, disse Trump. “Serei presidente de todos os americanos”, afirmou o republicano.
O bilionário reforçou ainda que pedirá união a todos os democratas e republicanos e que trabalhará pelos americanos “esquecidos”. “Os homens e mulheres esquecidos não serão mais esquecidos”, disse o magnata.
Trump ainda falou que irá reconstruir a infraestrutura do país. “Vamos colocar milhões para trabalhar enquanto reconstruimos”, disse. “Vamos dobrar nosso crescimento e ter a economia mais forte do mundo”.
Sobre a relação com outros países, o candidato eleito pelo Partido Republicano afirmou que os Estados Unidos vão se relacionar com os países que estiverem dispostos a se relacionar com eles.
Durante a campanha, Trump não chegou a citar o Brasil ou Temer.
Fonte: Último Segundo/Brasil/Ig. São Paulo


Tags: , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email