Dezenas de ovos são encontradas em cobra acusada de assassinar e comer bezerro

Dezenas de ovos são encontradas em cobra acusada de assassinar e comer bezerro

Dezenas de ovos são encontradas em cobra acusada de assassinar e comer bezerro

Nigerianos de uma aldeia tiveram uma surpresa após cortarem a serpente que, na verdade, estava grávida; nativos consideram os ovos uma iguaria

Moradores de uma aldeia nigeriana tiveram uma grande surpresa depois de matar e abrir uma cobra. Ela havia sido apontada como responsável pela morte de um bezerro do local já que estava com o estômago bastante inchado. Contudo, de acordo com o jornal Metro, os habitantes descobriram que a serpente estava grávida e carregava, na verdade, dezenas de ovos.

Depois abrirem a cobra, os moradores removeram dúzias de ovos, já que consideram-nos como raras iguarias. Não está claro qual era a espécie da serpente, mas dado o seu tamanho, é possível que se tratava de uma píton-africana.
Ataques de cobra
No início deste ano, um homem viveu um verdadeiro filme de terror em uma simples ida ao banheiro de casa, na Tailândia. Ao sentar no sanitário, Atthaporn Boonmakchuay, de 38 anos, teve o pênis picado por uma enorme cobra píton, que não queria soltá-lo de jeito nenhum.
Ele gritou por ajuda, sua mulher chamou socorro para que retirassem o animal, mas, pela dor insuportável, o tailandês não conseguiu esperar. Por isso, decidiu amarrar uma corda na cabeça do réptil, prendendo a outra extremidade na maçaneta da porta do banheiro.
Com esta ideia engenhosa, ele conseguiu se livrar da cobra. Porém, o local acabou banhado em sangue. Desacordado, o homem foi levado para um hospital e sobreviveu ao ataque surpresa.
Mais tarde, Atthaporn admitiu ao “Bangpakong News” que pensou que seu pênis fosse ser arrancado do corpo junto com a cobra, mas que não havia como controlar sua reação. As pítons variam de 4,5 metros de comprimento até 6 metros.
Também no início de 2016, uma mãe evitou que o filho fosse devorado, enquanto dormia, por uma gigantesca cobra que invadiu seu quarto em uma cidade australiana. De acordo com o tablóide britânico “Daily Mail”, a mãe do menino foi acordada pelos gritos de dor da criança e, ao entrar no quarto, o encontrou deitado na cama e sangrando, enquanto uma píton de três metros mordia a sua cabeça.
Outra criança, que dormia na parte de cima do beliche, também despertou com as diversas mordidas do réptil, que, assim como a sul-americana sucuri (ou anaconda), não é venenosa e mata a vítima por estrangulamento.
O caso aconteceu na pequena cidade de Macksville, norte do estado de Nova Gales do Sul, na Austrália. A serpente também chegou a morder as mãos do garoto antes de ser morta por um amigo da família.
Casos deste tipo não são incomuns na Austrália, onde algumas das mais letais espécies de répteis, animais marinhos e aracnídeos do mundo são encontradas. Gêneros da cobra píton também podem ser encontrados na África tropical, Índia, Paquistão, sul da China, além de ilhas do Pacífico.
Fonte: Último Segundo/Mundo Insólito/Ig. São Paulo


Tags: , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email