O preço de ser honesto no Brasil é ter cinco seguranças em volta

O preço de ser honesto no Brasil é ter cinco seguranças em volta

O preço de ser honesto no Brasil é ter cinco seguranças em volta

Ver o vídeo com Moro cercado de seguranças para apenas conseguir cumprir seu direito de “ir e vir” – que todos nós, cidadãos brasileiros, temos garantido – é conseguir enxergar como os honestos pagam para fazer o trabalho limpo

Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, cercado de cinco seguranças em um aeroporto do País enquanto aguarda por seu voo. Mas, esta não é uma cena qualquer, é muito mais do que isso: é revoltante. Afinal, por que alguém que faz seu trabalho de forma exemplar necessita de tamanha proteção?

Só há uma resposta a que podemos chegar: é o preço de ser honesto no Brasil. Ver o vídeo com o juiz Sérgio Moro cercado de seguranças para apenas cumprir seu direito de “ir e vir” – que todos nós, cidadãos brasileiros, temos garantido – é conseguir testemunhar como é caro e difícil lutar pela Justiça em um País acostumado a autoridades corruptas e a crimes de colarinho branco impunes. Podemos ver, nesses poucos segundos, como há perseguição política e um verdadeiro interesse em derrubar uma autoridade que caça corruptos. E os acha. E os prende.
O vídeo é prova do acossamento ao juiz que já colocou na cadeia dezenas de “grandalhões” responsáveis por esquemas ilícitos, como o desvio de centenas de milhões de reais – dinheiro este, diga-se, que vêm do trabalho honesto da população, que acaba pagando o preço pela cara de pau de alguns. Dinheiro que é nosso.
Ora, partidos e grandes empresários que estão envolvidos em esquemas desmoralizados estão tentando, de todos os modos, encostar suas mãos sujas no homem que, indubitavelmente, luta pela Justiça em um País de baderneiros.
Apesar da perseguição testemunhada, ainda há um suspiro de esperança, já que a população brasileira, cansada de ser feita de capacho, reconhece o trabalho ininterrupto do juiz que, inclusive, foi agraciado nesta terça-feira (6) com o prêmio “Brasileiro do Ano na Justiça”, em cerimônia realizada pela revista “IstoÉ” no Citibank Hall. Moro foi aplaudido pela plateia e lembrado em discursos de outros homenageados da noite, como o prefeito eleito da cidade de São Paulo, João Doria (PSDB-SP).

Ainda bem que alguns puderam aplaudi-lo em nome de milhões de brasileiros. Sérgio Moro é um juiz especialista em lavagem de dinheiro – e, mais do que isso – é um bastião da honestidade, liderando com primazia uma operação que está mostrando a verdadeira cara dos ratos, antes escondidos, em nosso Congresso Nacional.
Fonte: Último Segundo/Brasil/Ig. São Paulo


Tags: , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email