Alemanha prende dois irmãos suspeitos de planejar ataque a shopping

Alemanha prende dois irmãos suspeitos de planejar ataque a shopping

Alemanha prende dois irmãos suspeitos de planejar ataque a shopping

Segundo uma fonte oficial da polícia de Essen, autoridades estão avaliando o grau de preparação do possível atentado ao centro comercial de Oberhausen

Dois homens suspeitos de planejar um atentado contra um shopping em Oberhausen, no oeste da Alemanha, foram detidos pela polícia na madrugada desta sexta-feira (23). De acordo com as autoridades alemãs, os suspeitos são dois irmãos, de 28 e 31 anos, originários do Kosovo.
Até o momento, não há indícios de que o ataque esteja relacionado com o atentado com um caminhão em um mercado de Natal em Berlim, na Alemanha, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico.
Segundo uma fonte oficial da polícia de Essen, as autoridades estão avaliando o grau de preparação do ataque ao shopping. No entanto, a segurança do local e de uma feira de Natal próxima ao complexo comercial foi reforçada.

Com base na investigação inicial, os investigadores alemães acreditam que o “possível ataque não era iminente”. Os dois irmãos foram detidos pela polícia e permanecerão sob custódia pelo menos até sábado (24).

“Os investigadores devem ser capazes de ter tempo para verificar se a suspeita de que os dois irmãos queriam realizar um ataque se concretiza”, concluiu o porta-voz que afirmou que o centro comercial abrirá normalmente seguindo seu horário de funcionamento tradicional. O shopping é considerado um dos maiores da Alemanha, com mais de 250 lojas e extremamente procurado pela população durante a época de Natal.
Ataque em shopping
No dia 22 de julho deste ano, um ataque a tiros deixou nove mortos e provocou pânico em um shopping na cidade de Munique, no sul da Alemanha. O décimo corpo encontrado dentro do shopping pela polícia, era de um dos autores do ataque que se matou logo após realizar os disparos.
Segundo as investigações da polícia alemã, o atirador era um estudante obcecado por assassinatos em massa e não tinha conexão com o grupo autointitulado Estado Islâmico. Investigadores que vasculharam o quarto do atirador encontraram recortes de jornais sobre esses tipos de ataques, incluindo uma reportagem intitulada “Por que os estudantes matam?”.
O estudante, um alemão-iraniano de 18 anos nascido em Munique, não foi identificado. O corpo dele foi encontrado a cerca de 1km do local do tiroteio. Ele tinha uma pistola Glock 9mm e 300 balas e acredita que ele agiu sozinho. Segundo a polícia da Alemanha, o atirador havia recebido tratamento psiquiátrico para depressão.
Fonte: Último Segundo/Mundo/Com informações da Ansa


Tags: , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email