Rompimento de tubulação da Cedae causa estragos na zona oeste do Rio de Janeiro

Rompimento de tubulação da Cedae causa estragos na zona oeste do Rio de Janeiro

Rompimento de tubulação da Cedae causa estragos na zona oeste do Rio de Janeiro

Equipes da Segurança Patrimonial e de Assistência Social estão no local para realizar o levantamento de eventuais danos causado pelo enorme vazamento

Técnicos da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) trabalharam, desde o início da tarde desta quarta-feira (4), para retirar a tubulação de carga e conter o vazamento que ocorreu pela manhã em uma adutora da empresa provocando estragos na Estrada do Lameirão, em Santíssimo, zona oeste da cidade.

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro informou ao iG, por meio de sua assessoria de imprensa, que funcionários da companhia estão no local para realizar o serviço de reparo.

Pelas redes sociais, moradores relataram os danos causado pelo vazamento. “Por conta do acidente que ocorreu hoje com o estouro de uma tubulação da CEDAE, que resultou na destruição parcial da minha casa e total do meu carro, e com a necessidade da minha presença no local até que tudo seja resolvido, estou avisando a todos que não poderei dar aula hoje”, ralatou um dos moradores pelo Facebook.

Em nota, a Cedae informou que as equipes da Segurança Patrimonial e de Assistência Social estão no local para realizar o levantamento de eventuais danos. De acordo com a companhia, a prioridade é realizar o levantamento dos danos e prestar toda a assistência e apoio aos moradores. “Com o trabalho que está sendo feito, a companhia poderá realizar o processo de ressarcimento dos moradores que sofreram algum dano causado pelo vazamento.”
A Cedae informou ainda que a tubulação atingida é complementar ao sistema, as outras linhas continuam em operação, por isso não haverá bairros com paralisação no abastecimento.
Estação de tratamento
A Cedae informou também que a forte chuva de terça-feira (3), na região onde está localizada a Estação de Tratamento de Água do Guandu, afetou o sistema de produção da estação que necessitou ser interrompida para reparo emergencial. Houve um curto no transformador de energia, já solucionado.

Técnicos da companhia finalizaram o serviço nesta quarta-feira (4). O sistema já está em operação e o abastecimento de água será normalizado durante esta quarta-feira, mas em algumas áreas isoladas (pontas de sistema) e regiões mais altas, o fornecimento de água poderá levar até 48 horas.
A companhia do Rio de Janeiro solicita que a população utilize de forma consciente a água armazenada nas caixas d’água ou cisternas, pois poderão notar a pressão reduzida na rede da Cedae.
Fonte: Último Segundo/Brasil/Ig. São paulo


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email