Planalto publica senhas de redes sociais do governo por engano e gera memes

Planalto publica senhas de redes sociais do governo por engano e gera memes

Planalto publica senhas de redes sociais do governo por engano e gera memes

Em post do Twitter do “Portal do Brasil”, link direcionava para uma planilha do Google Drive que armazenava senhas como “planaltodotemer2016”

Um documento do Google Drive contendo as senhas de todas as redes sociais do governo federal, foi publicado acidentalmente no Twitter “Portal do Brasil” na manhã desta terça-feira (10) e repercutiu em redes sociais e grupos de Whatsapp.

Entre as senhas da planilha do governo, a da página do Facebook do “Blog do Planalto” chamou a atenção dos internautas com a inusitada palavra-chave “planaltodotemer2016”, além de uma observação em caixa alta e em vermelho que dizia “não trocar a senha nunca”.
A publicação deveria ter o link dos dias em que a Força Nacional permaneceria no estado do Rio Grande do Norte, mas, no entanto, o usuário era redirecionado para o documento com senhas do Instagram, Twitter, Facebook, Gmail, Youtube, além de outras plataformas.
Em nota, a Secretaria de Imprensa da Presidência esclareceu que foi um erro e descartou a possibilidade de terem sido hackeados ou invadidos, além de “terem trocado todas as senhas das mídias”. Mesmo depois do post original ter sido excluído rapidamente, a gafe repercutiu na internet e gerou memes e piadas, principalmente no Twitter.
Ataque de hackers
No final do ano passado, no último dia 31, o site pessoal do presidente da República Michel Temer foi hackeado. O ataque foi assumido pelo grupo “Anarchy Ghost” (Fantasma Anarquista, em tradução livre), e trazia mensagens contrárias aos partidos políticos do País.
Além da oposição aos partidos políticos, os hackers que invadiram o site de Michel Temer criticaram o Congresso Nacional. Uma das mensagens escrita pelos invasores pedia a pena de morte aos políticos brasileiros. “Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come. Eu quero pena de morte pra quem tá no Congresso, vocês que deveriam responder por crime hediondo”.
A mensagem dos hackers sinalizava ainda que os participantes do grupo ‘Anarchy Ghost’ sejam apartidários ao afirmar que “…antes de me chamar de esquerda ou direita, eu quero é que se dane, à direita, meio, e a esquerda! Dane-se os partidos [grafia escrita de forma errada pelos invasores]…”. Os responsáveis pelo ataque ainda afirmaram ter invadido outros sites, como o do Partido dos Trabalhadores (PT).

Além da mensagem agressiva, o Anarchy Ghost deixou o link para um rap em crítica ao governo Michel Temer, de nome “Desordem e Regresso”, produzido pelo Dj Caíque, em sátira ao slogan escolhido por Temer para o seu governo, o “Ordem e Progresso”.
Fonte: Último Segundo/Política/Ig. São paulo


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email