Ministério divulga resultados da primeira edição do Sisu 2017

Ministério divulga resultados da primeira edição do Sisu 2017

Ministério divulga resultados da primeira edição do Sisu 2017

Candidatos devem acessar o site do MEC para conferir as notas de corte; seleção é feita com base no desempenho dos estudantes no Enem

O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira (30) os resultados do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que utiliza as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como critério de seleção. A consulta pode ser feita por meio da página do programa na internet. Em todo o País, são disponibilizadas 238.397 vagas, espalhadas em 131 instituições públicas, como universidades e institutos federais e estaduais.

O prazo para inscrição no programa havia sido prorrogado pelo ministério em razão de problemas técnicos que dificultaram o acesso dos participantes do Enem ao sistema. O prazo original terminaria no dia 27, mas foi estendido até o último domingo (29) por causa das falhas. A data para divulgação dos resultados foi mantida e o período de matrícula será do dia 3 ao dia 7 de fevereiro.

Também foi aberto nesta segunda-feira o prazo para que os candidatos participem de listas de espera, período que se encerra no dia 10. Esses estudantes serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Para fazer o cadastro na lista, é necessário acessar o site e clicar no campo correspondente. Serão requeridos login com o número de inscrição e a senha definidos na hora do cadastro no Enem. A lista é para a primeira opção de curso feita pelo estudante .
Notas de corte
Após a abertura das inscrições, são divulgadas uma vez por dia as notas de corte de cada um dos cursos, tanto pelo sistema universal quanto pelo sistema de cotas.
O candidato também pode consultar, em seu boletim, a classificação parcial na opção de curso escolhido. Ao final do período de inscrição, é divulgada a lista de selecionados. No boletim de acompanhamento, o candidato pode consultar sua classificação e o resultado final. Ao longo do período de inscrição, o candidato pode mudar as opções de curso.

O Ministério da Educação ressalta que tanto a classificação parcial quanto a nota de corte são calculadas a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Portanto, são apenas uma referência, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

Fonte: Último Segundo/Educação/Com informações da Agência Brasil


Tags: , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email