Casos de homicídio têm queda de 4,42% em janeiro em São Paulo, diz governo

Casos de homicídio têm queda de 4,42% em janeiro em São Paulo, diz governo

Casos de homicídio têm queda de 4,42% em janeiro em São Paulo, diz governo

Por outro lado, Estado registro três mortos a mais do que no primeiro mês do ano passado; casos de estupro tiveram elevação de 13,29% no período


A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo divulgou nesta sexta-feira (24) as estatísticas sobre a criminalidade no Estado em janeiro. Segundo a pasta, o total de casos de homicídio no primeiro mês do ano teve queda de 4,42% na comparação com o mesmo período de 2015. Em números absolutos, passou de 294 para 281 casos – 13 a menos. É a quantidade mais baixa em 17 anos.
O número de vítimas de homicídio , entretanto, teve um acréscimo de três mortos e chegou a 310. Mesmo com a alta, a taxa estadual caiu para 8,42 mortos a cada 100 mil habitantes no período de fevereiro de 2016 a janeiro deste ano. É o menor número desde o início da série histórica, segundo a pasta. A média de casos desse tipo de crime também diminuiu e chegou a 8,03, também um recorde.
O secretário estadual de Segurança , Mágino Alves Barbosa Filho, comemorou a queda no número de casos de assassinato. “Este é um dos indicadores mais importantes, pois representam vidas que foram poupadas”, afirmou o titular da pasta.
Outros crimes
O número de registros de extorsão mediante sequestro em janeiro de 2017 se igualou ao registrado no mesmo período do ano passado. As duas ocorrências de cada mês são o menor número já contabilizado pela Secretaria da Segurança Pública desde o início da publicação dos dados de criminalidade, em 2001.

Os casos de estupro, por outro lado, aumentaram 13,29% em janeiro, passando de 790 para 895 ocorrências – sendo 105 a mais.
Os roubos de veículos tiveram um recuo de 8,98% – equivalente a 582 registros a menos. O total passou de 6.479 para 5.897, o menor número desde o primeiro mês de 2011. Os furtos de veículos diminuíram no início de 2017. Foram 5,61% a menos que em janeiro de 2016. O total baixou de 8.955 para 8.453, com a redução de 502 registros. O índice é o menor desde 2012.
Os roubos em geral aumentaram 3,23% – de 25.640 para 26.469, com 829 de acréscimo. Já o indicador de furtos em geral registrou alta de 6,68%, de 40.038 para 42.712 episódios. Os casos de roubo a banco aumentaram de nove para 13 ocorrências em janeiro, enquanto os roubos de cargas subiram 20,92% – de 698 para 844.
Leia também: Por que os homens são responsáveis por 95% dos homicídios no mundo?
Os latrocínios – quando o homicídio ocorre após o roubo – aumentaram 44,44%, passando de 27 para 39, com 12 a mais. O número de vítimas de latrocínio subiu 42,86% no mês, de 28 para 40, igualmente com 12 a mais ante janeiro do ano passado.
Fonte: Último Segundo/Brasil/Ig. São paulo


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email