Mancha Verde canta os “Zés” do Brasil para se manter na elite do carnaval de SP

Mancha Verde canta os "Zés" do Brasil para se manter na elite do carnaval de SP

Mancha Verde canta os “Zés” do Brasil para se manter na elite do carnaval de SP

Tentando se manter no Grupo Especial após rebaixamento, escola contou a história de Josés famosos e anônimos do País


Levando uma explosão verde e branca para o Anhembi, a Mancha Verde  deu início ao segundo dia de desfiles do Grupo Especial do carnaval paulistano. Com o enredo “Zé do Brasil – Um nome e muitas histórias”, composto por Celso Mody, Alê, Rodrigo e Wladi e cantado por Fredy Vianna, a agremiação homenageou os famosos e anônimos “Zés” do Brasil.
A apresentação da Mancha Verde  foi dividida em quatro partes: religiosidade, história, artes e ditos populares. Nessa divisão, a agremiação selecionou os Josés mais marcantes em cada um dos fragmentos para levantar o público do Anhembi.

Os Zés escolhidos pela Mancha foram os mais diversos: desde Zé Pereira, um dos percussores do carnaval no Brasil, ao ator José Wilker, passando pelo Zé Carioca, a escola contou as histórias diferentes de notáveis que carregam um dos nomes mais populares do Brasil.
Mas um dos grandes destaques da agremiação não era um Zé, mas a rainha de bateria Viviane Araújo. À frente dos ritmistas, a atriz esbanjou samba no pé e cumpriu as expectativas.

Alegorias
A grande aposta da Mancha foi nos carros alegóricos. As alegorias da escola, como o grandioso carro abre-alas, foram o trunfo do desfile. Para não apagar o brilho dos carros, a agremiação preferiu não levar alas coreografadas para a avenida.
Para que a ausência das alas coreografadas não fizesse muita diferença no desfile, a escola incrementou bastante seus carros, com máquinas que lançavam fumaça e gelo seco. Em algumas alegorias, os componentes fizeram danças coreografadas.
Em busca do título inédito do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, a Mancha Verde fez um desfile para se manter na elite da folia paulistana. Oitava escola a passar pelo Anhembi, a agremiação fez um carnaval digno de quem acabou de voltar do grupo de acesso e agora torce para não voltar para lá no próximo ano.
Fonte: Último Segundo/Carnaval São Paulo/Ig. São Paulo


Tags: , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email