Acusados de assédio e sexismo, Trump e Putin “homenageiam mulheres”

Acusados de assédio e sexismo, Trump e Putin "homenageiam mulheres"

Acusados de assédio e sexismo, Trump e Putin “homenageiam mulheres”

Com discurso apontado como hipócrita, Trump e Putin declararam “respeito às mulheres” e reconheceram seus “papéis fundamentais na sociedade”


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta pessoal do Twitter para prestar sua homenagem às mulheres por causa do Dia Internacional da Mulher. Em duas publicações, disse reconhecer a “importância das mulheres em todo o mundo.”

“Eu tenho um respeito tremendo pelas mulheres e pelos muitas funções que cumprem, que são vitais para nossa malha social e econômica”, escreveu Trump e completou: “No Dia Internacional da Mulher se unam a mim para honrar o papel crítico exercido por mulheres aqui na América e no mundo”.
As publicações, entretanto, foram recebidas com críticas e consideradas hipócritas. O machismo praticado pelo republicano é tão marcante que recebeu sua própria  página da Wikipédia, intitulada “Alegações de má conduta sexual de Donald Trump”.
A página mostra não só os três processos contra o republicano por assédio sexual como também frases controversas ditas por ele. Durante sua campanha para a eleição presidencial uma dessas citações veio à tona e causou muita polêmica.

“Eu sou automaticamente atraído pela beleza e começo a beijá-las. É como um ímã, eu só beijo, nem espero. E quando você é uma estrela, elas deixam. Você pode fazer qualquer coisa, agarrá-las pela genitália”, disse.
Putin
O presidente da Rússia, Vladmir Putin também quis “prestar sua homenagem” com uma publicação no Twitter e um texto em seu site oficial. Ele elogiou mulheres por seu trabalho no cuidado da família e por suas rotinas puxadas, além de anexar um poema destinado a elas.
Ao final do texto, em tom mais adequado às suas falas machistas, reforçou a importância dos homens na vida das mulheres. “Mulheres também precisam do apoio dos homens. Sempre nos lembraremos disso, não só hoje. Faremos o nosso melhor para rodear as mulheres que amamos de carinho e atenção, para que possam sorrir mais vezes”, escreveu.

Como esperado, a publicação no site oficial do mandatário russo não passou despercebida. Um dos comentários sobre a mensagem diz, ironicamente: “Queridas mulheres, que só existem quando ligadas a um homem, continuem o bom trabalho. Se não, nós podemos bater em vocês legalmente”, disse uma mulher, fazendo referência à legalização da violência doméstica na Rússia.
Manifestantes com uma faixa que dizia “Homens estão no poder há 200 anos. Abaixo o patriarcado”, em protesto pelo Dia Internacional da Mulher, foram presas nesta quarta-feira (8) em frente ao Kremlin, em Moscou.
Fonte: Último Segundo/Mundo/Ig. São Paulo


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email