Polícia britânica divulga identidade do autor do atentado terrorista em Londres

Polícia britânica divulga identidade do autor do atentado terrorista em Londres

Polícia britânica divulga identidade do autor do atentado terrorista em Londres

Britânico, Khalid Masood tinha 52 anos e ficha criminal extensa; ele foi morto a tiros depois de ter tentado invadir o Parlamento de Londres ontem


A Polícia Metropolitana de Londres revelou oficialmente nesta quinta-feira (23) a identidade do homem responsável pelo atentado contra o Parlamento britânico na última quarta (22) . O nome do terrorista é Khalid Masood, um britânico de 52 anos.
De acordo com os policiais, o terrorista nasceu em Kent, na Grã-Bretanha, mas atualmente vivia na região das Midlands Ocidentais. Ele foi a pessoa que dirigiu o carro que atropelou pedestres sobre a ponte Westminster e também foi ele quem atacou o policial que acabou morto por facadas.
O agressor morreu a tiros, após o ataque. Além dele e do policial, outras três pessoas morreram no atentado, que deixou outros 40 feridos. O Parlamento, que fechou no momento do ataque, retomou as atividades na manhã desta quinta.
Embora a primeira-ministra britânica Theresa May tenha afirmado nesta quinta que o autor do atentado já havia sido investigado por terrorismo , a polícia negou. Masood, porém, já foi condenado por “crimes menores”, como furtos, roubos e posse de armas – em casos que ocorreram entre 1983 e 2003. Ele também já foi preso por desordem pública.
Ainda nesta quarta, horas após o ataque, a mídia britânica chegou a acusar o britânico Trevor Brooks, que teria se convertido e se chamaria Abu Izzadeen, como o autor do esfaqueamento. No entanto, constatou-se que Brooks está preso por incitação ao ódio.
Vítimas e um novo dia
Segundo informações desta quarta-feira, divulgadas por Mark Rowley, chefe do Departamento de Contra-Terrorismo, as vítimas fatais do ataque foram um policial que foi esfaqueado pelo agressor, o próprio terrorista e três pessoas que passavam pela ponte.
Das quarenta pessoas que se feriram, três são policiais, totalizando em 12 vítimas britânicas. Dois são romenos, quatro sul-coreanos, um alemão, um chinês, um irlandês, dois gregos, um português e pelo menos três são estudantes franceses. Das 29 pessoas que amanheceram hospitalizadas, sete estão em estado grave.

Nesta quinta, a ponte de Westminster – cenário do atentado – e a estação de metrô de mesmo nome amanheceram fechadas ao público. No Parlamento, houve um minuto de silêncio em homenagem às vítimas.
Fonte> Último Segundo/Mundo/ Com informações da Agência Ansa.


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários

Trackbacks

N�o existem trackbacks