Estado Islâmico chama Trump de ‘idiota que não sabe o que é Síria e Iraque’

Estado Islâmico chama Trump de 'idiota que não sabe o que é Síria e Iraque'

Estado Islâmico chama Trump de ‘idiota que não sabe o que é Síria e Iraque’

Essa foi a primeira vez que os terroristas se referiram ao magnata; quase 30 membros do grupo morreram no Afeganistão, incluindo um comandante


O grupo terrorista Estado Islâmico acredita que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja um “idiota”. Isso é o que revelou o porta-voz do grupo extremista, nesta terça-feira (4), à agência de notícias Telegram .
Essa foi a primeira vez que o Estado Islâmico se referiu diretamente ao magnata republicano, desde sua posse, ocorrida no último dia 20 de janeiro.
De acordo com o porta-voz dos extremistas, Abi al Hassan al Muhajer, os Estados Unidos estão “em ruínas e os sinais de sua decadência são evidentes para os olhos de todos”.
“Não há prova maior disso que o fato de que eles estão sendo governados por um idiota que não sabe o que são a Síria, o Iraque e o islã”, disse al Muhajer. O governo norte-americano comanda a ofensiva contra o grupo terrorista no Iraque.
Integrantes mortos
Neste fim de semana, pelo menos 27 integrantes do grupo jihadista, entre eles um alto comandante, morreram em duas operações das tropas afegãs na província de Nangarhar, no Leste do Afeganistão.
Na primeira ofensiva das forças terrestres afegãs, no distrito de Achin, morreram pelo menos 11 insurgentes, disse o porta-voz da polícia provincial, Hazrat Hussain Mashriqiwal. Segundo o porta-voz, em Tangi, no distrito de Achin, mais 16 jihadistas morreram neste domingo (2) em um ataque aéreo.
Mashriqiwal afirmou que as autoridades identificaram o comandante do grupo extremista como Farooq.
Derrota no Afeganistão
O Estado Islâmico tem presença no Afeganistão desde 2015, mas, no início do ano passado, as autoridades afegãs anunciaram sua derrota. Os combates entre as forças afegãs e esta organização, contudo, não pararam, assim como os ataques deste grupo em várias partes do país.
O principal reduto do grupo terrorista, desde seu surgimento, foi Nangarhar, onde a organização mantêm combates não só com as forças de segurança afegãs, mas também com os talibãs. A presença dos terroristas nesta província caiu de 10 para apenas três distritos após várias operações das forças afegãs com apoio dos Estados Unidos. No entanto, o grupo continua realizando atentados e ações de grande impacto no Afeganistão.

O último grande atentado reivindicado pelo Estado Islâmico em território afegão foi o assalto, no mês passado, a um hospital militar na capital, Cabul. Na ação, 31 pessoas morreram, além dos quatro terroristas, e 53 ficaram feridas.
Fonte: Último Segundo/ Mundo/Com informações da Agência Brasil.


Tags: , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email