Morre aos 70 anos o cantor Belchior

Morre aos 70 anos o cantor Belchior

Morre aos 70 anos o cantor Belchior

Músico morreu nesse sábado (29), na cidade de Santa Cruz do Sul, no RS; governo do Ceará confirmou a morte e decretou luto de três dias


O cantor e compositor Belchior morreu nesse sábado (29), em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, aos 70 anos. A morte do músico foi confirmada pelo governo do Ceará, estado onde ele nasceu e onde seu corpo deverá ser sepultado, mas a causa ainda é desconhecida.
Por meio de nota oficial, o governador do Ceará Camilo Santana declarou luto oficial de três dias pela morte do cantor. “Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior . Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no País, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias”, disse.
Trajetória e polêmicas
Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes nasceu na cidade de Sobral, no Ceará, em 1946, mas ganhou relevância nacional nos anos 1970. O cantor teve 21 álbuns lançados, entre discos inéditos, gravações ao vivo e compilações, e ficou famoso por músicas como  Apenas Um Rapaz Latino-Americano ,  Como Nossos Pais , Velha Roupa Colorida  e Todo Sujo de Batom .

Nos últimos anos, o músico voltou aos holofotes por causa de seus problemas judiciais. Ele enfrentou processos pelas pensões alimentícias de suas duas filhas, além de um processo trabalhista. Na época, a conta bancária do cantor foi bloqueada e ele viveu em hotéis e em casas de fãs em Porto Alegre.
Em 2009, o cearense concedeu uma entrevista ao “Fantástico”, da Globo, após ter supostamente desaparecido. Ele foi encontrado no Uruguai e afirmou que estava preparando um álbum de músicas inéditas, que nunca foi lançado. Três anos depois, ele desapareceu novamente e deixou para trás uma dívida de diárias em um hotel no Uruguai. Ele foi encontrado nas ruas de Porto Alegre pela reportagem do jornal gaúcho  Zero Hora e afirmou que as notícias sobre a suposta dívida eram falsas.
Belchior completou 70 anos em 2016 e ganhou um box de três CDs editados pela Universal, gravadora que detém os direitos de suas músicas. O especial “Três Tons de Belchior” traz versões remasterizadas dos discos “Alucinação”, “Melodrama” e “Elogio da Loucura”.
Fonte: Último Segundo/Gente Cultura/Ig. São Paulo


Tags: , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email